O pesadelo da Sony

Poderia estar falando de algum problema do futuro PlayStation 3 ou da queda dos lucros em algum segmento que a Sony atua, mas não, o que tem tirado o sono de muita gente da empresa é o drama das baterias de notebook que podem se incendiar.

Como se fosse uma epidemia, cada vez mais fabricantes de notebooks anunciam o recall (troca) da bateria de seus produtos, sendo todas fornecidas e produzidas pela Sony. Começou com a Dell, depois veio a Apple, em seguida, a Toshiba. Fujitsu e IBM/Lenovo não deixaram por menos.

Notebooks explosivos?

Para piorar o que já não estava bom, a Sony anunciou que trocará as baterias de seus equipamentos nos EUA. Era de se estranhar que a própria não tivesse esse problema, a não ser que a companhia oferecesse produtos de qualidade inferior aos outros fabricantes.

Enquanto a Sony se descabela, o pessoal da HP só não comemora porque tem outras preocupações. A HP é a única das grandes fabricantes que não enfrenta esse problema, justamente por, segundo ela, fabricar suas próprias baterias. Não é preciso nem dizer que muitas empresas preferirão os equipamentos dela enquanto o assunto das baterias que podem explodir estiver à tona, não?

Emerson Alecrim