#NokiaTalk: Symbian ainda respira e a chegada do Nokia N9

Aconteceu ontem (26/07/2011), em São Paulo, a primeira edição brasileira do #NokiaTalk. Ouvir o que a Nokia tem a falar neste momento é importantíssimo, afinal, a situação atual da empresa não é das mais confortáveis. Nos últimos meses, suas ações caíram mais de 50% e suas vendas também apontam para baixo, ao contrário do que acontece com a sua principal concorrente, a Apple.

No evento, a companhia confirmou que a sua principal aposta para reverter esse cenário é a parceria com a Microsoft, que resultará na disponibilização de smartphones com Windows Phone. É uma aposta alta, pois os aparelhos com este sistema operacional serão o carro-chefe da companhia, portanto, podem ser tanto o fator que representará a volta por cima da Nokia quanto o que resultará naquele empurrãozinho extra ladeira abaixo.

O que desencadeou esta fase ruim da Nokia foi, essencialmente, o Symbian, que não conseguiu acompanhar o ritmo de evolução dos concorrentes Android e iOS (iPhone). Mas, durante o #NokiaTalk, a companhia garantiu que a plataforma contará com seu suporte pelo menos até 2016 e que aparelhos com esse sistema deverão ser lançados até 2012.

Faz sentido. Primeiro porque é impossível desenvolver uma gama de produtos com Windows Phone da noite para o dia, segundo porque o Symbian, especialmente depois de sua mais recente atualização, a versão Anna, pode muito bem ser utilizado para atender consumidores que buscam smartphones mais em conta. Não é por menos que a companhia aproveitou o #NokiaTalk para lançar oficialmente no Brasil o Nokia E6, que roda justamente o Symbian Anna. Seu preço sugerido é de 1.199 reais:

Nokia E6

Nokia E6

Falando em aparelhos, a grande atração do #NokiaTalk foi o Nokia N9, que deve ser lançado oficialmente no Brasil no último trimestre de 2011. É um smartphone e tanto! Bonito, acabamento impecável, um generosa tela AMOLED de 3,9 polegadas, câmera de 8 megapixels, entre outros. O sistema operacional é o MeeGo que, na minha opinião, não fica devendo nada para o Android ou mesmo para o iOS em termos de usabilidade. O problema é que a Nokia não pretende dar sequência ao MeeGo, portanto, para muita gente, pode não valer a pena adquirir o N9, especialmente se o seu preço estiver na casa dos 2 mil reais, o que considero quase certo:

Nokia N9

Nokia N9

Nokia N9

Nokia N9

A Nokia também demonstrou estar atenta ao mercado brasileiro. No #NokiaTalk, lançou três telefones celulares mais simples, mas que se destacam pela capacidade de trabalhar com até dois chips SIM: os modelos X1-01, C2-00 e C2-06, com preços a partir de 170 reais. No Brasil, é muito comum a venda de aparelhos “xing-ling” que possuem esta característica, tamanha é a facilidade de acesso que temos a chips de números pré-pagos por aqui:

Nokia X1-01, C2-00 e C2-06

Nokia X1-01, C2-00 e C2-06Nokia N9

Para finalizar, uma pergunta que talvez você já tenha feito em algum momento: a Nokia vai lançar um tablet? A resposta é não. De acordo com os executivos da companhia, a Nokia seria apenas mais uma se entrasse neste mercado agora, isto é, não teria nenhum diferencial para se destacar. Bom, na minha humilde opinião, a companhia poderia buscar esse destaque lançando um tablet com MeeGo, em vez de simplesmente abandonar esta plataforma. Quem sabe, teremos alguma coisa nesse sentido quando a Microsoft lançar o Windows 8. É esperar para ver.

Mais fotos do #NokiaTalk no slide-show a seguir (veja-as no meu Flickr caso não estejam aparecendo aí embaixo):

Emerson Alecrim