Jogos: estudo mostra relação das mulheres com os videogames

Um interessante estudo feito pelo professor Joaquín Pérez, da Universidad Europea de Madrid (UEM) mostra o perfil das mulheres que gostam de videogame: a principal constatação é de que elas preferem os jogos de raciocínio e estratégia, enquanto que os homens gostam mais de jogos de ação, esporte e corrida.

Normalmente visto como uma diversão meramente masculina, os jogos atraem cada vez mais o público feminino. Um levantamento feito na Espanha mostra que a participação das mulheres nesse meio é de 37,5%. Por outro lado, o referido estudo também cita pesquisas que mostram que as mulheres são maioria em jogos on-line nos EUA.

A pesquisa da UEM ainda fornece outros detalhes interessantes:

:: 54,63% das jogadoras jogam todo dia ou várias vezes por semana;
:: Mais da metade das jogadoras começaram a jogar após ganhar um videogame de um familiar;
:: Todavia, mais de 70% das mulheres que jogam o fazem através do PC;
:: Em relação aos consoles de última geração: 43,74% das mulheres não pretendem adquirir os videogames atuais, mas 25,73% desejam comprar um PlayStation 3, enquanto que 25,45% tencionam fazer o mesmo com o Nintendo Wii. O XBox 360 é desejado por 18,68% das jogadoras (note que pela soma das porcentagens é possível verificar que há mulheres que pretendem adquirir mais de um console);
:: os jogos menos preferidos pelas jogadoras são os esportivos, os educativos, os infantis e os eróticos;
:: Os jogos mais mencionados por elas são: The SIMS, Final Fantasy, Mario Bros., The Legend of Zelda e Tetris;
:: Boa parte das jogadoras gostaria que houvessem mais jogos com ações interativas, personagens femininas e protagonistas de filmes ou livros.

Uma outra constatação feita pelo estudo mostra a proporção de preconceito contras as mulheres que jogam. As jogadoras encontram mais manifestações preconceituosas em programas de TV e em cinemas, mas também há jogos em que elas identificam preconceito.

O estudo deixa claro que a participação das mulheres em jogos é cada vez maior, portanto, a indústria dos games precisa dar um pouco mais de atenção a isso. Se alguém ainda pensa que fazer versões em tons de rosa dos consoles de videogame ou priorizar jogos com personagens “fofinhos” é suficiente para agradá-las, está completamente enganado…

O estudo da UEM pode ser lido na íntegra neste link.

Referência: TecnoCHICA.

Emerson Alecrim





4 comentários:

  1. Leninha


    Uau, até que enfim alguém percebeu!! Eu gosto bastante do The Sims, acho que mais mulheres do que homens devem gostar desse jogo…

  2. Wilerson


    Eu gosto bastante do The Sims, acho que mais mulheres do que homens devem gostar desse jogo…

    Com certeza. The Sims nada mais é que a versão tecnológica de brincar de casinha.

  3. Alini


    Nossa, The SIMS, Final Fantasy, The Legend of Zelda são muito bons! Gosto principalmente de RPG.

    Mais da metade das jogadoras começaram a jogar após ganhar um videogame de um familiar

    Eu ganhei o meu atari com 4 anos 🙂

  4. Boa notícia … e desculpa nova !!!


    […] Relação das mulheres com o video game – InfoWester […]