Intel: a marca “Pentium” ainda é mais forte que “Core”

Uma nota divulgada no site Fudzilla (que nome, heim?) afirma que Zene Ball, diretor de marketing da Intel, declarou recentemente que a marca Pentium ainda é mais forte que a marca Core no mercado. Segundo Ball, a marca Centrino é outra com bastante fama.

Na verdade, eu meio que já sabia disso. Já cansei de ver gente falando “Pentium” quando deveria falar “Intel”. No exemplo mais recente, uma pessoa me disse que tinha acabado de comprar um PC com processador “Pentium Core 2 Duo”. Já vi até gente falando “Pentium Celeron”…

Intel Pentium 4
Pentium 4 – Imagem por Intel

Para ser sincero, acho que a Intel deu uma de esperta ao escolher a marca Core. Pelo menos entre os usuários mais leigos, essa denominação vez ou outra causa uma confusão que, dependendo do ponto de vista, pode ser positiva. Quando alguém fala, por exemplo, que tem um processador “dual core”, isto é, um processador com dois núcleos, muita gente pensa que essa expressão é também uma marca. Nestes casos, certamente há confusão de “dual core” com Core Duo ou com Core 2 Duo. E o que pode haver de positivo nisso? Que, independente do erro, será sempre uma marca da Intel que estará em evidência.

Como Pentium realmente “pegou”, seria então o caso de a Intel dar sequência à marca lançando as versões V, VI e assim por diante? Creio que não. Apesar da confusão que algumas pessoas fazem, as linhas Core estão vendendo bem, obrigado, e vai levar mesmo algum tempo para as pessoas entenderem a marca Pentium como algo do passado, um claro sinal do quão bem sucedida a Intel foi com os produtos que levam esse nome. Será que a marca Core vai conseguir esse feito? Esperemos uns 5 anos para ver 🙂

Emerson Alecrim