Hi-Media paga 90 milhões de dólares pelo Fotolog

Fotolog + Hi-MediaForte na América Latina – especialmente no Brasil -, mediana na Europa e pouco lembrada nos EUA, o já tradicional serviço Fotolog acaba de ser vendido para o grupo francês Hi-Media pela “bagatela” de 90 milhões de dólares.

O Fotolog conta atualmente com mais de 10 milhões de contas cadastradas, e gera renda não só pelas contas “Premium” (que permite ao usuário adicionar mais fotos por dia mediante um pequeno valor), mas também pelos anúncios exibidos nas páginas dos usuários. A maioria absoluta das contas é mantida por jovens, especialmente adolescentes.

Todavia, o interesse da Hi-Media pelo Fotolog talvez não seja motivado apenas pelo público bem direcionado. O fato é que a América Latina, impulsionada pelo Brasil, tem atraído bastante a atenção no que se refere ao uso de serviços na Web. O sucesso do Orkut e do Live Messenger (antigo MSN Messenger) são provas concretas desse cenário. Some isso ao fato de que o número de internautas na América Latina não pára de crescer, e tem-se, portanto, um mercado promissor.

Como o foco de atuação da Hi-Media é a publicidade, certamente o Fotolog será usado para aumentar as receitas da empresa nesse segmento. No entanto, isso requer paciência: o mercado publicitário na internet brasileira (na verdade, na América Latina em geral) é fraco se comparado aos EUA, uma vez que anunciantes em potenciais aqui ainda tratam com desconfiança desse assunto. Mas, creio, é tudo uma questão de tempo.

Referências: LA NACION, Hi-Mídia.

Emerson Alecrim