gTar: uma guitarra que qualquer um pode tocar

Você é fera no Guitar Hero ou no Rock Band, mas na hora de tocar uma guitarra de verdade, mal sabe como segurá-la. Tudo bem, o que importa é a diversão, afinal, se você quisesse tocar guitarra pra valer faria um curso, não é mesmo? Mas e se você pudesse unir o melhor deste dois mundos, isto é, tocar guitarra “de verdade” como se estivesse em uma rodada de Guitar Hero? É aí que o gTar entra em cena.

gTar (Divulgação)

gTar (Divulgação)

Trata-se de um projeto que utiliza um iPhone e uma guitarra especial para fazer com que qualquer pessoa toque este instrumento. É claro que o gTar não vai transformar a pessoa em um Slash ou em um Steve Vai, mas de repente a brincadeira pode “abrir os olhos” de alguém que ainda não descobriu que quer aprender guitarra 😀

O “guitarrista” deve instalar o aplicativo do gTar em seu iPhone e, depois, conectar o aparelho à guitarra. Em seguida, deve selecionar uma música, escolher um dos três níveis de dificuldade e começar. O gTar fará com que LEDs presentes no braço da guitarra se acendam para indicar em que ponto e qual corda deve ser pressionada. Perceba: é uma quase Guitar Hero da vida, só que mais avançado.

Detalhes do gTar (Divulgação)

Detalhes do gTar (Divulgação)

A guitarra, na verdade, é meramente um dispositivo eletrônico: conta com uma bateria de 5000 mAh, uma porta USB 2.0 e saída para áudio, além de não reproduzir som algum – esta tarefa cabe ao iPhone (ou aos fones de ouvido). O vídeo abaixo dá mais detalhes:

O gTar é um projeto da startup Incident e consiste em mais uma das ideias interessantes que só vieram à tona após a chegada do Kickstarter, um popular serviço de crowdfunding focado em apoiar iniciativas inovadoras. Sites do tipo divulgam projetos na Web para atrair pessoas que estejam dispostas a fazer contribuições financeiras para tirar a ideia do papel. Caso a arrecadação desejada seja atingida, os colaboradores ganham algum tipo de compensação, de acordo com o valor entregue.

No caso do gTar, a meta de arrecadação é de 100 mil dólares, mas no fechamento deste post já havia atingido mais de 185 mil dólares, faltando ainda 33 dias para o término das contribuições. Quem contribuir com uma cota de 450 dólares, por exemplo, ganha o aplicativo mais uma guitarra gTar branca. Quem colaborar com 599 dólares ou mais leva a guitarra, uma camiseta, adesivos e pode escolher uma seleção de músicas para ser colocada em seu aplicativo.

Muito bacana, não? Mais informações na página do gTar no Kickstarter.

Emerson Alecrim