Cliquei em um e-mail falso. E agora?

Mesmo diante de todo cuidado que tomo, acabei caindo na armadilha do e-mail falso. O que fazer diante dessa situação?Desde já agradeço!

Midiã Pereira

Acontece. Alguns e-mails falsos são tão bem feitos ou acabam tratando de um assunto que nos interessa naquele momento que só percebemos tardiamente que são golpes. Em situações assim, não adianta ficar se culpando. O melhor é tentar remediar o quanto antes.

O primeiro passo é evitar entrar em sites de bancos ou outros que exigem digitação de senha antes de tomar as devidas providências. Isso porque e-mails falsos podem conter links ou anexos com executáveis que, uma vez ativos, tentam capturar dados sigilosos. Em seguida, é expressamente recomendável que você utilize algum antivírus atualizado para fazer uma varredura completa no computador.

Em relação a este aspecto, também é importante verificar se nenhum programa foi instalado a partir do e-mail, como um suposto antivírus ou uma barra no navegador de internet. Pode ser que não se trate necessariamente de um malware, mas se o software não foi instalado intencionalmente por você, deve ser removido.

Se o e-mail, no entanto, não levou a nenhum arquivo, mas sim a uma página falsa, você deve mudar senhas e outras informações que eventualmente tenham sido digitadas neste site. Se você tiver informado dados bancários ou de outros serviços, entre imediatamente em contato com a instituição em questão e siga as orientações dadas pela empresa.

De maneira geral, regras como atualizar softwares (especialmente o sistema operacional) e mudar senhas periodicamente continuam valendo. Veja mais nestas dicas de segurança.