PlayStation 2: mais de 140 milhões de unidades vendidas em 10 anos

No último dia 26, o console PlayStation 2 (PS2) completou oficialmente 10 anos de existência nos Estados Unidos. No Japão, o videogame foi lançado em março de 2000. Durante este período, a Sony conseguiu a façanha de vender mais de 140 milhões de unidades do dispositivo em todo o mundo. É, portanto, o console de maior sucesso de todos os tempos, em termos de venda.

Como não poderia deixar de ser, é também um console com um leque invejável de games. Estima-se que cerca de 2 mil títulos já foram lançados para o PS2. Só o mais popular, Grand Theft Auto: San Andreas, conseguiu vender mais de 18 milhões de cópias.

“Quando a plataforma foi lançada em outubro de 2000, a indústria mudou para sempre com a chegada de um dispositivo que incorporava leitor de CD/DVD e oferecia, pela primeira vez, acesso à internet e jogos on-line”, disse Jack Tretton, CEO da divisão de entretenimento da Sony, no blog da empresa.

Apesar de uma versão sucessora ter sido lançada, o PlayStation 3, o PS2 é comercializado até hoje pela Sony. Só no último trimestre deste ano, foram vendidas mais de 1,5 milhão de unidades. No Brasil, o console só começou a ser comercializado oficialmente pela empresa em 2009. Antes disso, apenas unidades importadas – que não foram e não são poucas, diga-se – apareciam em terras tupiniquins.

Primeira versão do PlayStation 2 – Imagem por Sony

Primeira versão do PlayStation 2 – Imagem por Sony

Durante os primeiros anos da década, o PS2 se tornou o console preferido dos jogadores, empurrando para segundo plano videogames de empresas já tradicionais no ramo, como Nintendo e Sega. Somente o passar do tempo foi capaz de derrubar – parcialmente – o seu “reinado”. Por conta disso, a Sony não dá qualquer indícios de quando irá, finalmente, encerrar a produção do console.

Abaixo, um vídeo preparado pela Sony sobre a linha PlayStation (talvez não visível em leitores de RSS):

Referência: Gamasutra, PlayStation Blog.





Nenhum comentário

Comentários encerrados.