Estados Unidos identifica chinês que criou o código utilizado no ataque ao Google

Foto da Muralha da China - Imagem por www.freeimages.co.ukO governo dos Estados Unidos informou ter identificado o chinês responsável pelo código (exploit) utilizado no ataque ao Google em dezembro de 2009, situação que gerou uma crise na atuação da empresa na China. O nome da pessoa não foi divulgado pelas autoridades americanas. Sabe-se apenas que o indivíduo trabalha como analista de segurança, inclusive para o governo chinês.

O código desenvolvido por ele explora uma falha até então desconhecida no Internet Explorer que permite a contaminação de computadores com malwares. A versão 6 do navegador é a mais afetada pelo problema, uma vez que não contém recursos de segurança que possam bloquear ou ao menos dificultar a contaminação.

O chinês chegou a publicar partes do código criado em um fórum, descrevendo-o apenas como mais de um seus trabalhos. Todavia, ele não foi considerado responsável pelo ataque. Tudo indica que outros indivíduos utilizaram o código para esse fim, hipótese reforçada pelo fato de o governo chinês ter acesso aos trabalhos do analista.

Recentemente, um grupo de investigadores do caso descobriu que os ataques partiram de uma universidade e de uma escola na China, sendo que a direção dessas instituições negou envolvimento na história.

Referência: CNET News. Imagem por www.freeimages.co.uk.





1 comentário:

  1. Blog InfoWester » Resumo da semana: placas de vídeo, notebook Origin Eon 18, iTunes e mais!


    […] por conta do recente terremoto que atingiu o Chile. Além disso, o governo americano identificou o chinês que criou o código que foi usado no ataque à empresa no final de […]