Bing reduz de 18 para 6 meses o tempo de armazenamento de dados dos usuários

A Microsoft anunciou recentemente que irá reduzir de 18 para 6 meses o tempo de armazenamento de dados referentes às buscas realizadas pelos usuários no Bing. A medida vem em atendimento às recomendações feitas por um comitê da União Europeia para oferecer maior privacidade on-line aos utilizadores de mecanismos de pesquisa.

Esses dados correspondem a endereços IP, localização geográfica, termos pesquisados, entre outros. Embora o armazenamento dessas informações não queira dizer que determinado usuário está sendo “vigiado”, uma análise mais detalhada desses dados pode ser interpretada como desrespeito à privacidade.

Bing

Apesar de estarem, aos poucos, atendendo às solicitações de entidades que lutam por questões envolvendo privacidade on-line, as empresas de busca afirmam que tais medidas podem comprometer o aperfeiçoamento dos mecanismos de pesquisa, uma vez que precisam de uma grande quantidade de dados para entender o comportamento dos usuários e suas necessidades atuais.

De acordo com a Microsoft, a nova medida deve levar de 12 a 18 meses para entrar em vigor em todas as versões do Bing espalhadas pelo mundo. É esperado que representantes da Google se pronunciem em breve sobre o assunto, já que a empresa, atualmente, começa a apagar os dados de pesquisas dos usuários a partir de 9 meses de armazenamento.

Referência: Microsoft On The Issues.





1 comentário:

  1. Blog InfoWester » Resumo da semana: Internet Explorer, Office 2010, Youtube e mais!


    […] Bing reduz de 18 para 6 meses o tempo de armazenamento de dados dos usuários; […]