À espera do BlackBerry 10, RIM renova loja de aplicativos

BlackBerry WorldNão é novidade para ninguém que a RIM (Research In Motion) vive uma situação delicada, razão pela qual a empresa está apostando fortemente na nova versão de sua plataforma, o BlackBerry 10, para se recuperar. Prova recente disso vem da sua loja de aplicativos: recentemente, o serviço passou a se chamar BlackBerry World e não mais BlackBerry App World. E há um bom motivo para isso.

Seguindo os exemplos da Apple e do Google, a loja on-line da RIM não oferecerá mais apenas aplicativos, mas também conteúdo de entretenimento, como filmes e músicas, além dos jogos que já são ofertados. Por este motivo, não fazia mais sentido manter a palavra “App” no nome.

Por ora, a mudança está visível apenas para quem acessar a versão Web da loja. Porém, de acordo com a RIM, os aplicativos para os tablets PlayBook e, posteriormente, para os smartphones BlackBerry, serão atualizados nas próximas semanas para contemplar a renovação.

Mas, como já indicado, o objetivo mesmo é o de “preparar o terreno” para a chegada do BlackBerry 10, uma plataforma bastante diferente das versões anteriores e que tem como base o robusto sistema operacional QNX. Os primeiros aparelhos baseados na novidade estão com data de lançamento marcada para 31 de janeiro de 2013 nos Estados Unidos, devendo chegar ainda neste semestre ao Brasil.

Apesar da diversificação de conteúdo, o principal atrativo das lojas para dispositivos móveis continua sendo os aplicativos. Por esta razão, a RIM comemorou o fato de ter recebido mais de 15 mil apps apenas pouco tempo depois de ter iniciado uma campanha de incentivo que contou até mesmo com a oferta de um prêmio de 100 dólares para os desenvolvedores que tiverem softwares aprovados para o BlackBerry 10.

A RIM também permitirá que os usuários recomendem os aplicativos que mais gostarem em redes sociais, como Twitter e Facebook, ou até mesmo enviem um link de download para outro utilizador a partir de conexões NFC, no caso de aparelhos compatíveis com esta tecnologia. Trata-se de um mero detalhe, mas que contribui para incentivar a criação de programas de qualidade para a plataforma – os apps mais interessantes tendem a ser mais recomendados e, portanto, mais comercializados.

O vídeo abaixo mostra o BlackBerry 10 em ação:





Nenhum comentário

Comentários encerrados.