Solução da Apple para o problema de sinal do iPhone 4: uma capinha

O iPhone 4 foi lançado no mês passado e causou aquele efeito “WOW!” em todo mundo. Mas, (in)felizes proprietários da novidade constataram que seus aparelhos apresentavam queda de sinal quando uma parte do lado esquerdo do dispositivo era tocada. Logo, descobriram que se trata de uma falha de projeto, portanto, de um problema generalizado. A situação chegou a tal ponto que, hoje (16/07/2010), Steve Jobs se reuniu com a imprensa para falar do assunto.

A Apple minimizou o problema enquanto pôde, afirmando que a causa é uma falha de software, que basta segurar o aparelho da “maneira certa” (sério!), coisa e tal, mas a história de se tornou definitivamente crítica quando a Consumer Reports, uma entidade de defesa dos interesses do consumidor extremamente respeitada nos Estados Unidos, recomendou: “não compre o iPhone 4“. Aí, Jobs e sua turma tiveram que agir.

Eis um vídeo feito pela Consumer Reports sobre o iPhone 4:

www.youtube.com/watch?v=bBypHTKPqq8

Jobs iniciou sua apresentação dizendo que “a Apple não é perfeita, nem seus produtos, mas que a empresa está empenhada em fazer seus clientes felizes”. É, começou bem, mas logo o executivo começou a dizer que aparelhos de outras marcas têm o mesmo problema, e citou modelos da HTC, da BlackBerry, da Samsung, enfim. Essa comparação está presente até mesmo na página que a companhia criou para acalmar os ânimos: www.apple.com/antenna. Uma atitude bastante infeliz, na minha opinião, afinal, um erro não justifica o outro.

Em relação ao iPhone 4 em si, Jobs disse que um time de cientistas e engenheiros fizeram testes com a antena do aparelho que comprovaram a diminuição do sinal conforme o usuário segura o dispositivo, mas que esse é um problema pouco expressivo, e complementou, dando a entender que a história toda alcançou tal nível porque blogs e noticiários fizeram “tempestade em copo d’água”. Nessa hora, eu tive uma visão do Homer Simpson dizendo: “a culpa é minha e eu a boto em quem eu quiser”.

iPhone 4 - Não toque aqui

Ok, o importante era saber o que a Apple decidiu fazer para lidar com o problema. Trocar todas as 3 milhões de unidades vendidas? Mudar o design do produto? Não, a companhia optou por distribuir gratuitamente bumpers, isto é, “capinhas” que anulam a falha, item que também será oferecido aos novos compradores. Ou seja, uma gambiarra para um dispositivo tão sofisticado! Ao menos a Apple se comprometeu a devolver o dinheiro dos consumidores que ficarem insatisfeitos.

O fato é que o assunto ainda vai dar muito o que falar. Surgirão processos coletivos, notificações de entidades de defesa do consumidor e ainda muita abordagem por parte da imprensa. Não sei o porquê, mas algo me diz que o iPhone 5 vai aparecer mais cedo no mercado…

Emerson Alecrim





Nenhum comentário

Comentários encerrados.