Pai se impressiona com o Ubuntu pensando ser o Windows Vista

Lendo as novidades do site menéame (uma espécie de versão espanhola do Digg), encontrei uma notícia para lá de inusitada: o pai de um blogueiro chamado Will Rossiter soube pelos noticiários do lançamento do Windows Vista e, mesmo aparentando não ter muitos conhecimentos de informática, pediu ao filho para que comprasse o novo sistema operacional da Microsoft. Após experimentar a novidade, o pai foi todo elogios ao sistema. Só que não se tratava do Vista…

Ao invés de comprar o Windows Vista, o blogueiro baixou e gravou a última versão do Ubuntu Linux em um CD, e arranjou uma embalagem semelhante à caixa do Vista. Tempos depois, quando seu pai chegou do trabalho, mostrou o “Windows Vista” instalado e rodando a última versão do Office. Seu pai ficou impressionado, mas não percebeu que se trata de um sistema opearacional diferente.

Já faz alguns dias que o pai de Will utiliza o “Vista”. Chegou a dizer que “Bill Gates é melhor que Steve Jobs e que o Mac OS X instalado no computador do filho é obsoleto se comparado ao ‘Windows Vista'”. Will Rossiter promete contar em breve ao seu pai que seu novo sistema operacional é, na verdade, uma distribuição Linux e lhe devolverá o dinheiro que lhe foi entregue para comprar o Windows Vista.

Bom, se a história é verdadeira, não sei, até porque o Ubuntu tem pouca ou nenhuma semelhança gráfica ao sistema operacional da Microsoft, a não ser que o blogueiro tenha usado um tema de desktop que imita a interface do Windows. Em todo caso, ri só de imaginar a cena…

Referência: menéame. Texto original: Degredo.net.

Emerson Alecrim





  • Isso serve para mostrar que as pessoas continuam comprando o “livro pela capa”. 🙂

  • Pois é… É o poder da Grife. Tá vendo como o povo pode ter boa vontade pra encarar novidades quando já confia na marca? Se ele tivesse testado o “Ubuntu”, certamente estaria inclinado a considerá-lo ruim.

    Claro, se o fato foi verdadeiro…

  • Hahahah boa peça essa!!!

  • Bom, seria muito legal se fosse verdade.

    Acho muito difícil uma pessoa enganar-se com o sistema operacional, pensando que é um e é outro.

    Como alguém que pode citar Bill Gates e Steve Jobs e ainda por cima falar sobre o Mac OS X sem ter uma mínima noção de “reconhecimento” de um padrão como o Windows…

    Eu não gosto do Windows, mas também não acho legal notícias forjadas só porque é cool dizer-se anti Microsoft, como é o caso desta notícia do menéame.

    Abraços!

  • Olá pessoal,
    concordo com o Gonzaga.
    Eu gosto muito do Ubuntu, mas acreditar neste conto do vigário é de mais né?

    O cara apenas criou uma imagem no Photoshop e inventou esta estória pra boi dormir.

    Veja você mesmo:

    $ strings ubuntu_vista.jpg

  • Rodrigo Messias

    Já vi usuário usar Linux mais de 15 dias sem saber que não era Windows. E olha que estou falando do antigo Conectiva Linux 8.

  • Em uma determinada situação aqui montamos um LTSP com alguns terminais e não comunicamos as pessoas, sendo que tinhamos experiência anterior com a situação e uma série de reclamações sempre surgia quando os usuários eram informados de que o “Windows” não era “Windows”. O resultado foi muito positivo.

    O fato é que, sem saber da mudança, as pessoas se sentem menos fragilizadas e por isso não se preocupam com eventuais diferenças, por isso acabam se adaptando sem grandes problemas.

  • MaestroBogs

    Tão zuando, é?

    Fui obrigado à instalar o ubuntu no pc novo da minha querida diretora de arte… pq?

    Pq ela tava usando um pc num cibercafé e nem tinha se tocado dq não era windows, e diga-se de passagem, já era uma versão velha do Ubuntu!

    Ehehehe! Cada uma, né?

  • Nelson Saraiva

    Se ainda fosse o Famelix Hastalavista….

  • Anderson

    Se o sistema faz o que interessa, o resto não importa.

    * Os apaixonados pela informática ligam para os detalhes

    * Os usuários comuns e que não morrem de amores por computadores e programas, não sabem nem usar direito o teclado, quanto mais avaliar as diferenças entre um sistema e outro.

    Caso 1) Um técnico da Telefonica foi prestar suporte a conexão ADSL na empresa e quando chegou no servidor e viu o Conectiva Linux 10 me perguntou : Que versão do Windows é esta ?

    Caso 2) Quem usa OpenOffice sabe que a importação de arquivos do MS Office não atinge 100% de compatibilidade. Não rara as vezes os usuários me perguntam: Se tem o Windows instalado na máquina ? (e o OpenOffice está instalado sobre o XP).

    Caso 3) Também não raras as vezes quando o usuário do OpenOffice chega para trabalhar em uma máquina com Linux (e só vai usar o OpenOffice – o mesmo que usa no XP ) e larga a frase fatal: Não sei trabalhar no Linux ? (e o cara só vai ficar dentro da suíte office).

    Informática deveria ser também tema de sala de aula, assim como História, Matemática, Geografia, etc. e reprovar tanto quanto as citadas.

    Basta de exclusão digital e seu analfabetismo (o analfabeto usa da pirataria e não sabe – quando muito associa R$ 400,00 do sistema operacional a aquele pacotão de programas carregados no hd pela revenda de informática).

  • Realmente essa história está mal contada, mais tudo bem foi engraçado.

    Agora vou relatar o que aconteceu comigo.

    Esses dias foi um prestador de serviço na empresa que trabalho para fazer a manutenção em um software deles, aí disponibilizei minha máquina para ele fazer uma conexão remota ao servidor.

    E o mesmo ficou meio assim, achando estranho o meu Desktop e perguntou vc está usando qual SO aqui, aí disse que era o Ubuntu Linux, e ele respondeu a bom pensei que já vc o novo Windows Vista, está bem parecido né.

    HEHEHE a unica coisa que fiz, foi aplicar uns temas diferentes de icones e cores no meu querido Ubuntu e ficou muito massa, ai mostrei pra ele tb alguns recursos do Beryl, etc e ele ficou impressionado. Acho que ele acabou tirando aquela má impressão que o Linux é só modo texto que muita gente tem por ao.

    Falow
    ]
    Abraços

    AH: nessa historia vcs podem acreditar

  • Vincent

    kkk

  • Heberth de Paula

    Aos descrentes dessa história, tenho uma parecida. Minha mãe comprou um computador novo (que veio zerado) e pediu para que eu instalasse os programas que ela precisava: “Word e internet” (sic). Como não tinha em mãos os cds de instalação, baixei o ubuntu e instalei-o com o openoffice, configurei o velox e deixei tudinho funcionando… Já está lá há 15 dias e ela está super-satisfeita com a última versão do windows, do word, da internet… Segundo ela: ficou mais bonito, né filho? Nao sou eu que vou contar que não é windows…

  • Você vai fazer o que? Usar Browser e Editor de textos numa máquina pré-configurada para acesso público? Se for não faz diferença mesmo. Acontece que para o desktop, no dia-a-dia, começam a aparecer as minúncias que afastam o Linux do Desktop, seja porque o meio é hostil ou por deficiência do próprio sistema.

  • Daniel

    Se a história é verdade ou não eu não sei. Eu só acho que alguém que não consegue sequer diferenciar o Ubuntu do Vista não pode ter sua opinião à respeito da qualidade de qualquer sistema operacional levada à sério.

  • Heberth de Paula

    Daniel, a questão não é qualidade… eu acho que seria usabilidade… pra que um SO de R$400,00 se um 0800 resolve praticamente todos os problemas do cotidiano da maioria das pessoas? Pra que eu quero um Photoshop instalado no meu computador se mal sei usar o paint? Eu acredito que se mais pessoas conhecessem o linux, menor seria a pirataria do windows… é a minha opinião…

  • Rodrigo

    Um amigo meu pediu para eu instalar Linux no PC dele, visto que o Win XP só dava problema. Ele gostou muito, e aprendeu também. Nota: ele mal sabe usar o Windows.

  • Alan

    Eu não troco meu Linux por nada.

  • Alan

    Eu não troco meu Linux por um Vista.