O vídeo da Gradiente sobre a polêmica em relação ao seu “iphone”

Tendo, supostamente, direitos sobre a marca, a Gradiente lançou no Brasil uma linha de smartphones chamada G Gradiente iphone. A decisão, é claro, foi alvo de diversas críticas, já que a denominação “iphone” é mundialmente conhecida, fazendo referência à linha de telefones da Apple. Tamanha a polêmica gerada em relação ao assunto, que a Gradiente publicou um vídeo explicando as diferenças entre ambas as linhas na véspera deste Natal.

Com processador de 700 MHz e Android 2.3.4, eis o polêmico “iphone” da Gradiente

Com processador de 700 MHz e Android 2.3.4: eis o polêmico “iphone” da Gradiente

Podendo utilizar a referida marca no Brasil ou não, o fato é que muita gente – inclusive este que vos escreve – teve a impressão de que a IGB Eletrônica, empresa por trás da Gradiente, quis aproveitar a popularidade do nome para atrair consumidores que têm pouca familiaridade com o universo dos “telefones inteligentes”. Para mostrar que esta não é a sua intenção, a companhia tratou com clareza das diferenças entre o G Gradiente iphone e o iPhone da Apple no tal vídeo. Confira você mesmo:

youtu.be/RkRf6Gv4NtU

Pode até ser que a Gradiente não tenha sido totalmente honesta, de qualquer forma, a disponibilização do vídeo é uma atitude bastante louvável e sensata por parte da empresa. Inclusive, ao mencionar o produto rival e elogiar a Apple, a IGB Eletrônica dá a entender que não tentará nenhuma medida para barrar a utilização do nome “iPhone” no Brasil por parte da companhia fundada por Steve Jobs, o que deverá evitar mais críticas. Já a possibilidade de o contrário acontecer ainda é grande, se levarmos em conta o silêncio da Apple em relação ao assunto.

Todavia, apesar de acreditar que a Gradiente agiu bem em publicar o vídeo, ainda considero infeliz o uso do nome “iphone”, afinal, ao vender aparelhos que ostentam esta denominação, o produto da rival sempre será lembrado, fazendo com que as inevitáveis comparações desprestigiem a empresa que, convenhamos, está há tempos com a reputação em baixa.

Neste sentido, podemos colocar um pouquinho de teoria conspiratória nesta história: pode ser que o objetivo principal do uso do nome “iphone” seja o de chamar a atenção do mercado para a tentativa de ressurgimento da Gradiente, no melhor estilo “fale bem, fale mal, mas fale de mim”. Se a ideia é realmente esta, missão cumprida, sejam quais forem as consequências.

Emerson Alecrim





Nenhum comentário

Comentários encerrados.