O retorno de Michael Dell

Michael DellA Dell Computers é uma das maiores fabricantes de PCs do mundo e, por muito tempo, ocupou o primeiro lugar nesse segmento. Nos últimos anos, no entanto, a empresa vem enfraquecendo seu desempenho diante dos rivais, colocando em destaque a HP, sua principal concorrente. De quem é a culpa? Muitos dizem que é de Kevin Rollins, executivo que assumiu o controle da Dell após a saída de seu fundador, Michael Dell. Mas agora ele está de volta…

Michael Dell deixou há três anos o comando da empresa que fundou (apesar de ter mantido o cargo de presidente) e, durante esse período, as ações da companhia chegaram a desvalorizar em 30%, contrariando o ritmo de crescimento existente quando o empresário estava à frente da companhia. São essas boas lembranças que estão deixando o mercado cheio de expectativas com o retorno de Dell.

A Dell foi criada em 1984, quando Michael ainda cursava a faculdade. Seu estilo inovador de fazer negócio, incluindo a idéia de vendas diretas ao cliente, sem passar por revendedores, transformou rapidamente a empresa em uma multinacional de renome no segmento de PCs. Isso fez com que a imagem de Michael Dell fosse diretamente associada à empresa que fundou. Para muitos, ao deixar a direção da companhia, Michael fez com que a Dell perdesse sua essência.

O retorno de Michael Dell pode mudar o cenário negativo que ocupa o palco da empresa atualmente, mas não vai durar para sempre. Assim, talvez a tarefa mais difícil de Michael em sua volta, seja a de encontrar executivos com perfis compatíveis à Dell. Seria essa uma missão quase impossível?

Referência: CNET News.com.

Emerson Alecrim