O dia em que o Google surtou…

… E os administradores de sites também! Começou de repente, entre 12h00 e 13h00 (horário de Brasília) de hoje (31/01/2009). Alguém no Twitter “gritou” que o Google havia pirado. Daí eu fui conferir. Digitei “infowester” no mecanismo de busca e vi que todos os resultados eram acompanhados de um link com os dizeres “Este site pode danificar seu computador”. Em seguida, fiz o mesmo teste usando a palavra “google”. E a cena se repetiu…

O aviso em questão é utilizado pelo Google para indicar sites potencialmente perigosos, que hospedam spywares ou vírus, por exemplo. Se você clicar em qualquer link que esteja acompanhado desse alerta, o Google exibirá outra página dando mais detalhes dos riscos, ao invés de direcionar seu navegador para o site de destino. O que deixou webmasters e blogueiros de todo o mundo em pânico foi o fato de que o Google passou a considerar qualquer site como perigoso. Como consequência, os usuários não conseguiam acessar diretamente os links que encontravam nas páginas de resultado das buscas.

Falha no Google

O Google levou cerca de 40 (longos) minutos para corrigir o problema e explicou em seu blog oficial que a causa foi uma falha humana. Para indicar quais sites são perigosos, o Google obtém uma lista através do serviço StopBadWare.org. Quando um funcionário do Google foi atualizar esses dados, incluiu, erroneamente, o endereço “/” (barra) na lista, fazendo com que todo e qualquer site fosse considerado perigoso.

A falha durou menos de uma hora, mas certamente atrapalhou muitos usuários em suas buscas, sem falar dos webmasters e blogueiros que, dada a situação, se sentiriam mais confortáveis se estivessem em um avião em queda livre. Por conta disso, foi a própria Marissa Mayer, um dos nomes mais importantes do Google, que se manifestou no blog da empresa.

Bom, de qualquer forma, o pior já passou. É, talvez não para o cara que cometeu o erro… 😀

Expressão

Emerson Alecrim





  • NANDO

    Pow, eu perdi essa 😛

  • Taís

    pô, perdi essa [2 votos]