Na TV norte-americana, Mark Zuckerberg encontra… Mark Zuckerberg!

Não se pode dizer que foi o encontro do século, mas foi bem interessante: Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, foi ao programa Saturday Night Live, na TV norte-americana NBC, encontrar Jesse Eisenberg, o ator que o interpretou no filme A Rede Social (The Social Network), produção que foi premiada recentemente no Globo de Ouro e é uma forte candidata às estatuetas do Oscar.

O encontro foi cercado de expectativas porque, embora o filme retrate os bastidores da criação do Facebook, o protagonista da história, Mark Zuckerberg, não colaborou com a produção, tampouco com o livro que a originou: Bilionários por acaso: A Criação do Facebook. O principal contribuidor para ambos os trabalhos foi o brasileiro Eduardo Saverin, que atualmente é tudo, menos amigo de Zuckerberg.

No Saturday Night Live, Jesse Eisenberg surge no palco na abertura do programa e começa a fazer comentários engraçados. Instantes depois, o comediante Andy Sandberg, fingindo ser Zuckerberg (personalidade que ele costuma imitar), aparece ao seu lado. As piadas continuam e, de repente, o vídeo corta para a imagem de Mark Zuckerberg reclamando ser ele o verdadeiro.

Em seguida, Zuckerberg sobe ao palco, Andy Sandberg dá um jeito de ir embora para escapar da situação e Jesse Eisenberg se mostra bastante surpreso com o encontro. Constrangido (ou fingindo estar, afinal, ele é um ator), acaba por fim perguntando a Zuckerberg se ele assistiu A Rede Social e o que achou do filme. Também se mostrando constrangido, Zuckerberg reconhece que viu A Rede Social e opina dizendo que achou a produção “interessante”. Confere aí com seus próprios zoio:

www.youtube.com/watch?v=uzELUzfx7oc

O encontro foi rápido, muito provavelmente com as falas planejadas do início ao fim, mas foi divertido e serviu pra mostrar que Zuckerberg tem senso de humor (ou está apenas tentando melhorar sua imagem, vai saber). No entanto, acho eu que interessante mesmo seria ver Mark se encontrando com Eduardo Saverin. Mas aí já é querer demais, né? 😛

Emerson Alecrim





Nenhum comentário

Comentários encerrados.