Microsoft na E3: Project Natal vira Kinect e o Xbox 360 ganha nova versão

Eu evitei ao máximo adquirir um monitor LCD maior para mim por uma única razão: não ter outro motivo para comprar mais jogos e ter que conviver com a frustração de ter pouco tempo para aproveitá-los. Mas não tem jeito: games me fascinam desde pequeno e, mais cedo ou mais tarde, acabo sendo vencido. Foi essa paixão que me fez acompanhar a apresentação da Microsoft ontem na feira E3 e ficar bastante empolgado com o Kinect e com o novo Xbox 360.

Conforme adiantei ontem no InfoWester Notícias, o Kinect é a nova denominação do Project Natal, tecnologia que a Microsoft criou para permitir que o jogador execute comandos no Xbox 360 simplesmente usando movimentos corporais. Mas, ao contrário do que acontece com o Nintendo Wii e com o PlayStation 3, no Kinect o usuário não precisa de um joystick sem fio para que seus movimentos sejam captados.

Kinect para Xbox 360

Acho que tal característica oferece duas vantagens: você não corre o risco de acertar sua televisão ou o seu gato ao deixar o joystick escapar de sua mão; e, pelo menos aparentemente, pode contar com mais opções de movimentos. Na E3, por exemplo, a Microsoft mostrou o Kinect sendo utilizado no jogo de corrida Kinect Joy Ride, onde você só precisa fingir estar segurando um volante (se bem que, neste caso, eu preferiria mesmo estar segurando um); o Dance Central, que é semelhante àquelas máquinas de dança que podem ser encontradas em shoppings e parques; e exibiu também o Kinect Sports, onde o usuário pode praticar vôlei, boliche, corrida com obstáculos, entre outros esportes (só de pensar, já fico cansado, hehe).


Boliche no Kinect Sports

Está com sensação de “déjà vu”? Compreensível, afinal, é impossível não ter a impressão de que a Microsoft simplesmente imitou as ideias e os jogos que a Nintendo colocou no Wii. Tudo o que a empresa mostrou na E3 parece muito bem feito, não tenho dúvidas, mas creio que ficou faltando à empresa mostrar algo realmente inédito, que imediatamente atingisse a “central de desejos” das pessoas, tal como a Apple costuma fazer, sabe?

Bom, ao menos funcionou com alguns: eu mesmo fiquei com muita vontade de experimentar o Kinect. Apesar de não ser necessariamente revolucionário, é um excelente complemento para o Xbox 360, mesmo porque a Microsoft também se preocupou em integrá-lo a outros recursos da plataforma. Você poderá, por exemplo, ouvir músicas ou participar de “videochats” pelo console usando somente os movimentos das suas mãos e sua voz (sim, voz!). O problema é que muitos desses recursos só serão aproveitáveis para quem mora nos Estados Unidos…

No vídeo abaixo você pode ver o Kinect em ação (talvez não visível em leitores de RSS):

www.youtube.com/watch?v=JOKCjFyDTq8

A Microsoft aproveitou a ocasião para apresentar também uma nova versão do Xbox 360. Aqui, pouca coisa muda, na verdade. Os grandes diferenciais da novidade são a compatibilidade com redes Wi-Fi (802.11n), um HD de 250 GB, menor emissão de ruídos e dimensões ligeiramente menores que as do Xbox 360 “original”. O visual padrão do console é preto e, não me pergunte o porquê, tive a ligeira impressão de que foi inspirada levemente no Darth Vader (!!!). Talvez seja por isso que eu gostei tanto desse design 😀

O novo Xbox 360
O novo Xbox 360

Preços? Datas de lançamento? Vamos lá: o novo Xbox 360 estará disponível nos Estados Unidos dentro de alguns dias e terá preço sugerido de 299 dólares, ou seja, o mesmo valor do kit Xbox 360 Pro (que deverá ficar mais barato, provavelmente). O Kinect, por sua vez, está previsto para ser lançado no dia 04 de novembro de 2010, assim como os primeiros jogos compatíveis. A Microsoft ainda não divulgou o preço, mas há quem afirme que o Kinect deverá custar cerca de 150 dólares.

Quanto ao nosso Brasil brasileiro? Bom, nenhuma previsão de lançamento, infelizmente, mas pelo menos tivemos uma boa notícia: a Microsoft divulgou ontem que a rede Xbox LIVE vai funcionar no Brasil! No fim do ano, é verdade, mas vai. Com isso, de acordo com a empresa, os jogadores brasileiros terão acesso a opções de jogos multiplayer on-line, listas de amigos, integração com redes sociais, Marketplace (para compras de jogos e vídeos, por exemplo), entre outros. Já não era sem tempo, né?

Emerson Alecrim