Microsoft leva “super multa” na Europa

A Comissão Européia anunciou a execução de uma multa à Microsoft no valor de 280,5 milhões de euros, equivalente a quase 779 milhões de reais. O motivo foi o descumprimento, por parte da Microsoft, de ordens oriundas do processo antitruste enfrentado pela empresa de Bill Gates em 2004.

A Microsoft tem que cumprir até o dia 31 de julho as sanções que lhe foram aplicadas, do contrário poderá ser multada novamente, no valor de 3 milhões de euros por dia.

A Comissão Européia condenou a Microsoft em 2004 por suas práticas monopolistas. Além de ter pago uma multa de 497 milhões de euros na época, a companhia teve que lançar uma versão do Windows sem o software Media Player. Essa ordem foi cumprida, no entanto, a Comissão Européia entendeu que A Microsoft não forneceu informações suficientes para que os desenvolvedores concorrentes criassem produtos totalmente compatíveis com o Windows, daí a multa recente.

A Microsoft se defendeu, alegando que fez o possível para cumprir todas as sanções. Além disso, segundo a empresa, as imposições da Comissão Européia não foram claras o suficiente.

Se fosse no Brasil…

Referência: Bloomberg.

Emerson Alecrim





  • Estava bem cético sobre essa multa ser aplicada de fato. Caramba! Que bom que não se intimidaram pelo fato de ela ser uma grande empresa! Todos os governos deviam ter essa firmeza nas decisões a favor do cumprimento das leis.

  • Todos os governos deviam ter essa firmeza nas decisões a favor do cumprimento das leis.

    Para ganhar essa dinheirama, acho que qualquer governo seria bem firme.

  • Ivo Samel

    A Micro$oft é hoje a dona do mundo. No Brasil ela compra até polícia para dar falso flagrantes através de seus representantes. Um dia a casa cai. Não é possível que as autoridades brasileiras não enxerguem que esta mega empresa americana causa mais danos do que benefícios na economia brasileira.
    Ivo Samel

  • Guilherme Starling

    A Mega Empresa Microsoft faz coisas absurdas, de tirar o chápeu. Incentiva a usuários de computadores a adquirirem o sistema operacional genuino, porém faz mudanças neste sistema operacional, por notar que houve erros em sua confecção e não faz um “recall”, para aqueles que se dispuseram a comprar o sistema de forma lícita e que são registrados, através de cadastro na própria Microsoft. Quando o cliente, no caso do sistema operacional Windows XP faz um up grade em sua CPU e vai instalar novamente o Windows que comprou, sem a atualização do SP2 já imbutida vai ter dores de cabeça, já que o mesmo não reconhece HD, do tipo 160GB e nem a atualização feita pelo pacote gratis colocado pela própria Microsoft na Internet não resolvem o problema, nem mesmo o seu departamento de suporte técnico. Mas, fazem questão de enrolarem os clientes, com medidas que sabem não resolverem o problema, na tentativa de evitar que seja feita a troca mais que obrigatória de seu sistema operacional (mídia atualizada), sem custo nenhum para o consumidor e de forma urgente, tendo em vista que o cliente não é obrigado a trabalhar com um computador com problemas de configurações devido a erro da Microsoft.
    Como esse caso acima que aconteceu comigo, outros casos iguais ou semelhantes são feitos pela Microsoft, usando de abusividade. Absurdo!