Me vê uma placa-mãe Giga-Asus!

Ou seria Asus-Byte? Faça suas apostas, porque o nome ainda não foi definido (pelo menos não até o fechamento deste post). Para quem não entendeu ainda, duas das maiores fabricantes de placas-mãe do mercado, a Gigabyte e Asustek (mais conhecida como Asus), se juntaram para formar uma “joint venture”. Isso ocorre quando empresas se unem para formar outra companhia mantendo suas operações originais, ou seja, essas firmas criam uma “filha”, ao contrário da fusão, onde se tornam uma entidade única.

Ainda não foram dados detalhes dessa parceria, mas sabe-se que o empreendimento terá investimento inicial de aproximadamente 245 milhões de dólares, começará a funcionar em janeiro (2007) e a Gigabyte terá 51% das ações da sociedade, ficando o restante com a Asustek.

À Gigabyte a parceria terá como vantagem o aumento da produção, visto que a empresa utilizará a capacidade ociosa das plantas de manufatura da Asus. Esta última, por sua vez, compartilhará os custos de aquisição de máquinas e matéria-prima.

Há quem desconfie que o processo todo seja uma fusão, já que é estranho o surgimento de uma marca em um mercado já saturado, como é o de placas-mãe. Por outro lado, pode ser que os produtos dessa nova marca sejam direcionados a um determinado nicho de mercado, como placas-mãe e placas gráficas de baixo custo, por exemplo. Para nós, consumidores, a competitivade é o que importa.

Referência: DailyTech.

Emerson Alecrim





Nenhum comentário

Comentários encerrados.