Justiça impede EUA de fazer escuta de voz pela internet

Em notícia divulgada pela CNET, um tribunal federal de apelações rejeitou o pedido feito pela Casa Branca (governo dos EUA) de ter melhor acesso a escutas de voz, tanto pela rede telefônica, quanto pela internet. Segundo este tribunal, as autoridades americanas já haviam excedido sua autoridade em 2005 ao ordenar aos provedores dos EUA a disponibilização imediata de suas redes quando a polícia requisitar.

De acordo com a matéria, o Juiz Harry Edwards deu várias declarações criticando o pedido:

“Isso é completamente ridículo… Seu argumento não faz sentido… É um absurdo total…”

A decisão do tribunal vai de encontro com as manifestações de vários grupos de defesa de direitos e da privacidade.

Qualquer semelhança com o Big Brother (Grande Irmão) do livro 1984, de George Orwell, é mera coincidência… ou não! Mais detalhes sobre o caso no site da CNET.

Emerson Alecrim





  • Pingback: Blog do Jônatas()

  • Robert

    Na boa, se os caras quiserem eles acessam qq coisa, até minha máquina. O juiz ai falou um monte, mas ele não tem voz ativa não. De repente é só uma fachada.

  • Tá sabendo que uma Cia. americana chamada Naurus (?) possui uma tecnologia que permite às Cias. Telefônicas, entre outras, monitorar tudo o que falamos e ouvimos ao telefone? A Brasil Telecom é cliente a alguns (três?) anos alegando motivo injustificado, claro! Li esta notícia num blog de um professor de informática em uma Universidade dos USA a alguns meses atrás e recentemente li a mesma notícia num blog de um programador brasileiro. Esta informação é muito importante pra ficar na moita. Desculpe não fornecer a fonte, mas perdi a anotação.Googlando dá pé. Falou!