Junte sua mãe, seu cachorro e sua sogra e avise que PHP não é malware!

Por mais que tenhamos tecnologias de segurança, a melhor arma para combater os perigos existentes na internet é a informação. Por isso, considero louvável quando grandes veículos de comunicação fazem matérias para orientar o público quanto a golpes e outras ações maliciosas no mundo on-line. Só que, para um assunto tão sério, é necessário ter cuidado para não passar informações equivocadas e, consequentemente, causar mais confusão do que orientação.

A edição desta sexta-feira (29/07/2011) do Jornal Hoje, da Rede Globo, é um exemplo claro disso. Uma reportagem foi ao ar com um especialista explicando ao telespectador como identificar e-mails e links perigosos. O problema é que a orientação dá a entender que a maioria dos links terminados em .php pode conter algum perigo. Equívoco dos grandes, claro!

A falha foi tão grosseira que acabou resultando em uma enxurrada de críticas no Twitter, fazendo inclusive as tags #php e #phpvirus entrarem para os trend topics brasileiros do serviço. Desenvolvedores que trabalham com PHP também não gostaram nada do ocorrido, como não poderia deixar de ser, tanto é que acabaram criando inclusive um abaixo assinado pedindo para a Globo se retratar sobre a matéria.

Acho que a Globo fará isso no próximo programa do Jornal Hoje, mesmo porque o problema aparenta ter sido só uma edição ruim, ou seja, não houve intenção de prejudicar ninguém. Mas, enquanto isso, vamos esclarecer as coisas de uma vez: PHP é uma linguagem de programação amplamente utilizada na internet. Se um site tem terminação .php, quer dizer que a página utiliza a referida linguagem, só isso. Pode existir perigo em sites terminados em PHP? Pode, assim como em páginas que utilizam outras terminações (.asp, .html, etc). Perceba que o problema aqui não é a linguagem utilizada, mas sim o que a pessoa faz com ela, portanto, esqueça a tal orientação.

Para finalizar, aqui você confere algumas dicas simples de segurança, mas que realmente funcionam Smiley piscando

Update (21:08): o Jornal Hoje se retratou em atualização na página da matéria.

Update 2 (15:50, 30/07/2011): a edição deste sábado do Jornal Hoje também corrigiu o equívoco.

Emerson Alecrim





  • Cláudio Souza Jr.

    Eu vi a reportagem. Lamentável a forma como o “especialista” se refere ao suposto “link malicioso”. Desenvolvo em PHP, e acredito que ela é uma das melhores linguagens para aplicações cliente-servidor. Uma retratação cairia bem, tanto para a Globo quanto para o entrevistado. Ambos estão passando por incipientes no assunto.