Japão premia cientistas por melhorarem a capacidade dos HDs

Albert FertOs cientistas Albert Fert, da França, e Peter Grünberg, da Alemanha, receberam ontem o prêmio Japan Prize, uma iniciativa que visa homenagear os pesquisadores que se destacaram com seu trabalho a favor da humanidade. Neste caso, ambos foram premiados na categoria “Dispositivos Inovadores Inspirados por Investigações Básicas”.

O que os referidos cientistas fizeram para ganhar o prêmio? Em 1988, ambos descobriram, individualmente, a GMR, sigla para Giant Magnetoresistance Effect, um fenômeno físico que altera a resistência elétrica de um condutor submetido a um campo magnético. Essa descoberta possibilitou que os HDs aumentassem em 50 vezes a capacidade de armazenamento de dados.

A entrega dos prêmios será feita no dia 19 de abril (2007), em Tóquio, pelas mãos do imperador japonês Komatsu Akihito. Ele entregará a cada um dos cientistas 50 milhões de ienes, um valor próximo a 900 mil reais.

Reconhecimento. Esse é o diferencial de um país que leva a educação e os incentivos à ciência a sério.

Referência: Ciência Hoje.

Emerson Alecrim