IBM anuncia o Blue Gene/P, o seu mais rápido supercomputador

Todo mundo sabe: se tem uma coisa que a IBM conhece e desenvolve bem são tecnologias para supercomputadores. A prova de que a empresa continua engajada nesse ramo acaba de ser anunciada: estou falando do Blue Gene/P, o mais novo supercomputador da “Big Blue”.

O novo monstro… digo, o novo supercomputador da IBM é capaz de superar a impressionante (e bota impressionante nisso) marca de 1 petaflop, ou seja, é capaz de realizar mais de 1 quatrilhão de operações por segundo! De acordo com a IBM, o Blue Gene/P pode ser alterado para trabalhar com até 3 petaflops. Para se ter uma idéia do quanto isso significa, esse supercomputador tem capacidade equivalente a 100 mil PCs juntos quando em uso na configuração de 1 petaflop.

Amostra de racks do Blue Gene

Assim como o seu antecessor, o Blue Gene/L, o Blue Gene/P foi desenvolvido para ser montado em bases modulares, isto é, racks. É essa característica que permite aumentar sua capacidade com a adição de novos equipamentos. Na configuração padrão, são usados 72 racks, cada um contendo 4.096 processadores IBM PowerPC 450 de 850 MHz (são 4 processadores por chip), em um total de 294.912 processadores, tudo isso conectado por uma rede óptica de alta velocidade. Para aumentar a capacidade do Blue Gene/P para 3 petaflops, “basta” adicionar mais 144 racks. Tudo é controlado por uma versão especial do Linux especialmente preparada pela IBM.

Bom, você pode estar se perguntando: para que tanta potência? Há várias aplicações que necessitam de supercomputadores para realizar simulações que não são possíveis com PCs comuns por necessitarem de uma quantidade altíssima de cálculos. Isso acontece, por exemplo, em pesquisas meteorológicas, estudos espaciais, análises de proteínas, etc. É para permitir resultados mais rápidos e mais precisos a essas pesquisas que o Blue Gene/P pode entrar em cena.

Para mais informações sobre esse supercomputador, acesse sua página oficial.

Referência: DailyTech.

Emerson Alecrim





  • jorge quiterio

    ola…

    acho isso tudo ainda só o principio do que a IBM pode fazer…

    jorge quiterio
    angola

  • Emerson Alecrim

    Olá Jorge!

    Pois é, em determinadas áreas a empresa se destaca mesmo, mas acho que demorará para a IBM ter o mesmo prestígio que ela teve no passado. Isso se voltar a ter… Abraços!

  • Gabriel

    Ah um desses lá em casa rsrs…