GVT mostra a que veio e anuncia conexões banda larga de até 100 Mbps!

De uns tempos para cá, algumas pessoas que sigo no Twitter começaram a comunicar pelo serviço que haviam feito uma ótima aquisição: uma assinatura do serviço de acesso à internet em banda larga da GVT na velocidade de 10 Mbps por um preço bastante acessível. É claro que eu fiquei com um pouquinho de inveja, afinal, a única opção da região onde eu moro é o Speedy, e você sabem muito bem como os serviços da Telefônica são

Para piorar a minha inveja, na noite de ontem (30/07/2009), a GVT convidou alguns blogueiros (ou bloggers, como você preferir) para um evento no hotel Hilton, em São Paulo. O convite foi feito para que pudéssemos conhecer detalhes dos novos planos POWER GVT, mas é claro que também batemos um bom papo para entendermos “qual é a da empresa”. A apresentação foi comandada por Rodrigo Andreola, Gerente de Tecnologia e Desenvolvimento de Produtos da GVT.

Rodrigo Andreola na apresentação da GVT
Rodrigo Andreola na apresentação da GVT

Andreola começou falando que o objetivo da GVT com os novos planos POWER é o de “colocar o Brasil no mesmo nível dos países desenvolvidos”, ou seja, oferecer conexões com velocidades equivalentes às que são oferecidas em países onde esses serviços são muito rápidos. Neste ponto, é de se imaginar que os preços são tão altos quanto os planos oferecidos, mas não são, veja:

– Plano de 3 Mbps – 49,90 reais por mês;
– Plano de 10 Mbps – 69,90 reais por mês;
– Plano de 15 Mbps – 99,90 reais por mês;
– Plano de 35 Mbps – 199,90 reais por mês;
– Plano de 50 Mbps – 299,90 reais por mês;
– Plano de 100 Mbps – 499,90 reais por mês.

É, tem plano de 100 Mbps. 100! Sabe o que isso significa? Que você pode conseguir downloads com velocidade de até 12,5 MB por segundo! É claro que para a maioria das pessoas uma conexão de 100 Mbps é muita coisa. A própria GVT afirmou que os principais clientes desse e do plano de 50 Mbps deverão ser empresas. O “carro-chefe” para os usuários domésticos deverá ser o plano de 10 Mbps, extremamente em conta. Só para você ter uma ideia, o que eu gasto por mês com o Speedy, da Telefônica, numa conexão de 2 Mbps, daria para pagar o plano de 10 Mbps da GVT e ainda sobraria dinheiro. Vale frisar que os planos POWER da GVT são oferecidos com esses preços dentro dos pacotes residenciais Unique e Smart Maxx. A empresa também oferece modem grátis para as conexões iguais ou acima de 10 Mbps aos clientes que assinarem contrato de pelo menos um ano.

Uma coisa bacana é que Rodrigo Andreola tratou de deixar claro que esses preços são valores fixos, isto é, não são promocionais. E o que é melhor: durante a apresentação, alguém perguntou se havia limite mensal de tráfego de dados. A resposta da GVT fez pelo menos metade sorrir de ponta a ponta: não, porque a GVT entende que se alguém tem uma conexão à internet com alta velocidade, naturalmente vai utilizá-la para fazer downloads (apesar de que no contrato pode haver limitação sim para evitar abusos sérios, mas a empresa não pretende colocar essa prática em ação). Óbvio, você compraria uma Ferrari para andar, no máximo, a 60 Km/h?

Nesse ponto, eu comecei a me preocupar com o quesito “estabilidade”. Mas logo Andreola explicou que a GVT consegue manter a qualidade dos seus serviços porque investe pesado em infra-estrutura. O slide abaixo demonstra isso: enquanto a maioria das empresas de telecomunicações baseia suas redes ADSL no esquema onde o estabelecimento do cliente precisa estar em, no máximo, 5 km de distância da central, a GVT trabalha com uma distância média de 400 metros, pois utiliza um esquema onde os clientes se conectam a centrais menores que, por sua vez, se conectam à central principal:

Rede das concorrentes acima; rede da GVT abaixo
Rede das concorrentes acima; rede da GVT abaixo

No caso dos planos de 3 Mbps, 10 Mbps e 15 Mbps, a GVT utiliza a tecnologia ADSL2+. As conexões de 35 Mbps e 50 Mbps, por sua vez, fazem uso do padrão VDSL (uma espécie de evolução do ADSL). Já a superconexão de 100 Mbps utiliza FTTH (Fiber To The Home), ou seja, fibra óptica!

Demonstração da conexão de 100 Mbps:
Download do SP3 do Windows XP em poucos segundos

As taxas de upload até que são razoáveis: 750 Kbps para o plano de 3 Mbps; 1 Mbps para os planos de 10 e 15 Mbps; 3 Mbps para o plano de 35 Mbps; 5 Mbps para o plano de 50 Mbps e 10 Mbps para o plano de 100 Mbps.

A parte chata dessa história toda é que a GVT, obviamente, não está presente em todas as localidades do Brasil. A empresa tem planos de oferecer seus serviços em cidades como São Paulo e Rio de Janeiro, por exemplo, mas Rodrigo Andreola estava nos explicando que a chegada em novo locais depende de uma série de fatores, como estudos de viabilidade, licença da prefeitura para instalação de equipamentos e de cabeamento, estrutura física, etc. Por enquanto, em São Paulo e no Rio de Janeiro a GVT só atende empresas de grande porte.

Inicialmente, apenas algumas cidades do Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, Minas Gerais, Goiás, Espírito Santo, além de Distrito Federal (DF) e Salvador (BA) contarão com as “megaconexões” da GVT. A lista de cidades poderá ser obtida no endereço www.powergvt.com.br a partir do dia 1 de agosto (2009).

Como você deve ter percebido, saí do evento com a melhor das impressões. A GVT respondeu todas as nossas perguntas, fez demonstrações de seus serviços, mostrou conhecimento do mercado e deixou claro que seu objetivo é ser reconhecida pela qualidade de seus serviços. E está no caminho certo: pesquise, por exemplo, no Twitter e veja que pouca gente reclama da empresa (na verdade, a maioria lamenta por sua cidade não ser atendida pela companhia). É claro que sempre há um cliente ou outro que enfrenta falhas com algum serviço da GVT, mas nada comparado aos problemas enfrentados pelos clientes de outras empresas de telecomunicações do Brasil (né, Telefônica?).

Por fim, agrada saber que a GVT também se preocupa em se atualizar tecnologicamente e que se mantém antenada com a evolução da internet no mundo todo. O próprio Rodrigo Andreola chegou a dizer que as coisas mudam muito rápido no que se refere à internet e que, talvez daqui a um ano ou dois, a empresa nos convide novamente para apresentar serviços com velocidades ainda maiores e com os mesmo preços que são praticados hoje. Quando isso acontecer, Tomara que São Paulo também possa ser atendida por esses planos 😀

Enquanto isso, mais um videozinho para alimentar a inveja:

Demonstração da conexão de 100 Mbps:
Download do Microsoft Office 2007

Outras imagens podem ser encontradas no meu Flickr.

Emerson Alecrim





  • Wilerson

    Fiquei sabendo da GVT hoje também, quando perguntei em um forum quais alternativas ao Virtua e seu famigerado limite de tráfego existem. Um cara de Brasilia recomendou fortemente a GVT.

    No aguardo para eles atenderem clientes residenciais em São Paulo.

  • Alex Ferreira

    O evento foi em Sampa mas não vai ter GVT em Sampa??? Isso é provocação mesmo!! 😀

  • Dei uma olhada no site, o preço do plano de 10 megas é bem salgado:

    10 Megas
    249,90

    3 Megas
    69,90
    Franquia: 50 GB

    O problema é essa Franquia.

  • Wellington, os preços que citei no texto acima são para os planos POWER. O que você encontrou, provavelmente é o Turbonet MEGA MAXX. Dá uma olhada em http://www.powergvt.com.br/ que você vai encontrar os planos certinhos, inclusive com os preços das linhas telefônicas.

  • Bruno

    O serviço da GVT é realmente muito bom. Desde que instalei
    em janeiro, o serviço funcionou perfeitamente. Nem se compara
    com outras, que, já na propaganda, aparentam ser uma gelada….

  • Reginaldo

    Até que enfim, alguém resolveu desenvolver uma tecnologia que vale a pena pagar, porque o restante dos serviços são de péssima qualidade e estabilidade, ocasionando grandes transtorno ao usuário residencial bem como as empresas.

    parabéns a GVT, e espero ter a minha em breve, rssss.

  • Douglas

    Olá Emerson,
    como sempre, excelente reportagem! Obrigado por nos trazer essa ótima novidade! Não vejo a hora de me livrar do Speedy e ter o serviço em SP…
    Grande abraço,
    Douglas

  • Pingback: InfoWester Notícias » ZON Multimedia oferecerá conexão à internet de 1 Gbps em Portugal()

  • Pingback: InfoWester Notícias » ZON Multimedia oferecerá conexão à internet de 1 Gbps em Portugal()

  • Pingback: Noticias do mundo!!!pelo http://www.infowester.com « Revolução Tech Soluções informática e infra-estrutura()

  • victor

    BRASIL PIADA aki em Portugal ja temos net de 100 megas desde do inicio do ano com o preço de 69 euros mais telefone e TV cabo e a partir de setembro 1 GBPS e em 2011 ou 2012 10 GBPS tonarndo o pais com a maior velocidade no acesso a NET

  • De fato é uma piada o Brasil ter conexão de 100 Mbps residencial somente agora, Victor, mas também é piada acreditar que Portugal será o país com maior velocidade de acesso à internet quando links de 1 Gbps estiverem à disposição da população. Certamente você sabe que alguns países chegarão antes nessa “corrida”…