Google abre centro operacional na Argentina

O Google mergulhou de vez na América Latina. Após abrir um centro de pesquisa e desenvolvimento em Minas Gerais (depois da compra da Akwan) e um escritório comercial em São Paulo, a empresa acaba de fincar, definitivamente, sua bandeira na nossa vizinha Argentina: trata-se de um centro operacional recém-inaugurado em Buenos Aires por ninguém menos que Eric Schmidt, CEO do Google, que chegou ao país após uma rápida passagem pelo Brasil.

O centro operacional de Buenos Aires é o terceiro que o Google estabelece. O primeiro fica em Mountain View, EUA, onde também se localiza a sede da empresa. O segundo está em Dublin, na Irlanda. Entre as várias atividades desses centros, está a de oferecer suporte às operações do Adwords e do AdSense, por exemplo. No caso do centro operacional argentino, o foco será os mercados de língua espanhola, incluindo a Espanha.

Quando questionado sob a escolha da Argentina para a abertura desse centro, Gonzalo Alonso, executivo do Google que trata dos mercados de língua espanhola para a América Latina, disse que “o espírito empreendedor e a capacidade de desenvolvimento de software e tecnologia local” foram fortes influências.

Durante o discurso de inauguração do centro, Eric Schmidt (que, na verdade, chegou de surpresa por lá) aproveitou para cutucar a Microsoft:

“Nosso competidor número 1 é o Yahoo!. Faz algum tempo que a Microsoft se esforça para se tornar um competidor, mas se eles trabalham muito e criam muitas coisas, estas não estão sendo utilizadas.”

Tenho impressão de que as investidas do Google na América Latina não param por aí. Se levarmos em conta sua estabilidade financeira e sua diversidade econômica, o Chile pode ser o próximo alvo do maior mecanismo de busca do mundo. Façam suas apostas!

Referência: La Nacion.

Emerson Alecrim