Estudo afirma que internautas são mais sociáveis e têm menos depressão

Um estudo chamado Proyecto Internet Catalunya (PIC) desenvolvido pela Universidade da Catalunha, Espanha, revelou que os usuários freqüentes da internet são mais ativos, têm mais amigos, estão mais envolvidos com a vida política e com a sociedade, e sofrem menos de depressão. O resultado da pesquisa vai contra a idéia que se tem de que os usuários assíduos da internet são menos suscetíveis ao convívio social.

Liderado pelo sociólogo Manuel Castells e contando com o apoio de mais de 40 pesquisadores, o estudo levou mais de seis anos para ser concluído e foi baseado na análise de mais de 55 mil entrevistas, sendo pouco mais de 15 mil delas realizadas de forma presencial e o restante pela própria internet. Manuel Castells concluiu que “quanto mais independente é uma pessoa, mais ela tende a utilizar a internet, e esse tipo de ação reforça sua autonomia”. Castells disse ainda que “a internet aumenta a sociabilidade: as relações presenciais e virtuais se reforçam reciprocamente”.

Essa pesquisa foi projetada para medir a influência da internet na vida social e profissional das pessoas, especialmente da população catalã, o público-alvo do estudo. Todavia, o resultado certamente seria semelhante se o estudo fosse aplicado em outras partes do mundo, já que os padrões de comportamento medidos não são influenciáveis pela localização. Então, me ajude a provar que essa linha de pensamento está correta: todo mundo pro bar essa noite (mas não exagerem na dose) 😀

Referência: ELPAIS.com.

Emerson Alecrim





Nenhum comentário

Comentários encerrados.