Espanha já conta com internet em ônibus

A não ser que seja para um lugar muito distante, eu sempre viajo de ônibus, primeiro pelo preço, segundo porque gosto dessa coisa de pegar a estrada (mesmo que seja em um ônibus), terceiro porque, assim como boa parte dos brasileiros, atualmente fico estressado só de entrar em um aeroporto. E, nessas viagens, mais de uma vez me peguei pensando em como seria bom acessar a internet durante o trajeto. E não é que isso já é realidade? Na Espanha, é verdade, mas é.

Ônibus da empresa Alsa com acesso à internet

Eu já tinha ouvido falar que o Google oferece acesso à internet aos seus funcionários nos ônibus contratados pela empresa que circulam em Montain View, mas é a primeira vez que vejo isso acontecer em linhas de ônibus rodoviários. A iniciativa é da empresa espanhola Alsa que, em parceria com a operadora Vodafone, permite desde outubro (2007) que seus passageiros acessem a internet em alguns de seus ônibus utilizando a tecnologia HSDPA (High Speed Downlink Packet Access). A velocidade do acesso é estimada em 2 Mbps, embora a tecnologia HSDPA permita transmissões de até 3,6 Mbps.

O serviço de acesso é oferecido apenas nas linhas que contam com ônibus classe “Supra” (provavelmente equivalente às classes executiva e leito aqui no Brasil), mas ao contrário do que pensei inicialmente, o passageiro precisa levar seu próprio portátil. Mesmo assim, gostei da novidade. Será que um dia teremos algo semelhante por aqui?

Referências: The Inquirer, Tuexperto.com.

Emerson Alecrim





  • Que interessante. Tecnologia já temos, só falta o 3G ter cobertura nacional para empresas começarem a brincar com isso.

  • o legal né mano ,pena que temos que levar nosso proprio lep top , mais eles estão sertos por que , se o pc fosse da empresa as passagueiros de má fé lotava de viros os pcs…até mais mano..

  • Emerson,

    Pode até ser que aconteça, mas deve demorar um pouquinho. E levar o portátil não parece ser tão difícil assim, visto que hoje a quantidade de smartphones e notebooks tem aumentado consideravelmente entre a população de média/alta renda.

    Grande abraço!

  • Emerson Alecrim

    Pois é, Rodrigo. Espero que as empresas, de fato, comecem a brincar com isso 🙂

    Sim, Wesley, sem contar a questão do custo. Um PC por passageiro não ia ser barato…

    Concordo, Rafael. Na verdade, acho até melhor assim. Informações pessoais eu prefiro acessar em computadores que eu já conheço bem 🙂

    Abraços!