Encontro com blogs: Dell e Microsoft mostram PCs Studio Hybrid e Studio 540

No dia 10 de dezembro de 2008…

…a Microsoft promoveu mais um encontro com blogueiros (ou bloggers, como preferir). No entanto, desta vez a empresa teve a função de intermediar nosso contato com a Dell do Brasil. Sim, representantes desta última estiveram lá e nos apresentaram os computadores Studio Hybrid e Studio 540, e também responderam algumas perguntas.

Studio Hybrid

Assim que entrei na sala de reuniões da Microsoft, tratei de ficar próximo de um dos dois computadores Studio Hybrid que estavam à nossa disposição. De cara, esse modelo chama a atenção por ser extremamente pequeno e por ter um design diferente e bonito, que o faz combinar com praticamente qualquer decoração.

Dell Studio Hybrid: pequeno e bonito
Dell Studio Hybrid: pequeno e bonito

De acordo com a Dell, o Studio Hybrid é 80% menor que um desktop convencional, no entanto, tal característica não abala o seu “poder de fogo”. O modelo está disponível em várias configurações, podendo ter desde um processador Intel Celeron Dual Core T1400 até um Intel Core 2 Duo T8300. Como padrão, são oferecidos HD SATA de 250 GB e 2 GB de memória RAM DDR2. Se preferir, o comprador pode aumentar a capacidade desses itens no site da Dell.

No encontro, o pessoal da Dell destacou que o Studio Hybrid é um tipo de produto desenvolvido levando-se em conta a preocupação com a preservação do meio ambiente. Para começar, o produto utiliza componentes comuns em notebooks e que, portanto, consomem menos energia. Além disso, 95% dos materiais de sua embalagem são recicláveis e o fato de ser pequeno faz com que o Studio Hybrid utilize menor quantidade de matéria-prima.

Dell Studio sem a capa e o suporte
Dell Studio sem a capa e o suporte.
Compare-o com o mouse ao lado para ter idéia do seu tamanho

Uma coisa que me agradou – e muito – no Studio Hybrid é a facilidade de utilizá-lo como centro de mídia (media center). O produto possui uma porta HDMI que permite conectá-lo facilmente a uma TV de alta definição. Além disso, o Studio Hybrid conta também com leitor de cartões (oito formatos ao todo), conexão wireless 802.11n, leitor de DVDs, conector DVI, áudio 5.1, porta 1394a (FireWire), cinco portas USB 2.0 e, como opcional, leitor de Blu-Ray.

Alie esses recursos à facilidade de inserir o Studio Hybrid junto à mobília de sua casa (é possível até mesmo escolher utilizá-lo na horizontal ou na vertical) e à utilização do Windows Media Center em conjunto com o controle remoto exibido abaixo (vendido separadamente), e você terá um verdadeiro centro de conteúdo áudio-visual à sua disposição. O Studio Hybrid também é bastante silencioso, portanto, você não ouvirá o barulho dos coolers do dispositivo, tipo de ruído que eu, por exemplo, costumo perceber bem durante as madrugadas na frente do PC.

Controle remoto para Windows Media Center
Controle remoto para Windows Media Center

Uma característica curiosa – e bem aceita – do Studio Hybrid é a possibilidade de trocar a capa que reveste o dispositivo. A Dell oferece capas em seis cores diferentes e mais uma feita totalmente em bambu. Aliás, esta última é muito bonita e resistente, no entanto, vi no site da Dell que ela torna o produto 250 reais mais caro, uma pena… Pena também é o fato das capas separadas ainda não estarem à venda no Brasil, embora o pessoal da Dell tenha afirmado que isso não deve demorar a acontecer. Ah, eles não souberam informar de quanto será o valor dessas capas…

Linha Dell Hybrid em todas as cores
Linha Dell Hybrid em todas as cores

Outra coisa que achei bacana no Studio Hybrid é a possibilidade de utilizá-lo com um kit de mouse e teclado sem fio, solução ótima para diminuir a quantidade de fios ligados ao dispositivo e para prover maior movimentação ao usuário. Fiquei realmente contente com a idéia, mas em seguida recebi um balde de água fria: os representantes da Dell informaram que a empresa não comercializa e não faz planos de comercializar esse kit no Brasil. Notícia ruim, mas compreensível: o Studio Hybrid é montado por aqui, mas esse kit teria que ser importado, o que tornaria todo o conjunto muito caro no mercado brasileiro.

Studio 540

Dell Studio 540A Dell também colocou à nossa disposição dois computadores Studio 540. Esse modelo tem um visual sóbrio e, ao mesmo tempo, sofisticado, graças à sua frente feita de material preto brilhante e aos detalhes em cor metálica. Mas, o atrativo mesmo dessa linha são os seus recursos. O Studio 540 tem preço inicial (na data de publicação deste texto) de 1.899,00 reais com a seguinte configuração: processador Intel Core 2 Duo E7200, 2 GB de memória RAM DDR2, HD SATA de 320 GB, gravador de CD/DVD, áudio 7.1 e placa de vídeo Intel GMA X4500HD.

O Studio 540 também vem com leitor de cartões (dezesseis tipos ao todo), seis portas USB 2.0, portas 1394a (FireWire) traseira e frontal, e conexão HDMI, portanto, também pode ser utilizado com centro de mídia. Como opcional, o usuário pode adicionar leitor Blu-Ray e placa de vídeo ATI Radeon HD 3450 com 256 MB de memória. Ah, também é possível utilizar RAID 0 no Studio 540. Bacana, não?

Deu para perceber claramente que a linha Dell Studio 540 é voltada essencialmente aos usuários que querem um computador de desempenho generoso, capaz de executar tranqüilamente aplicações de entretenimento, programas de edição de imagem, determinados jogos, entre outras atividades mais exigentes.

Dell Studio 540: visual sóbrio e elegante
Dell Studio 540: visual sóbrio e elegante

No mais…

No encontro, não falamos apenas do Studio Hybrid e do Studio 540. Algumas informações interessantes chegaram aos nossos ouvidos, conforme as conversas rolavam. Eis alguns destaques que eu tomei nota:

– atualmente, você não perderá a garantia de seu computador Dell se abrí-lo e/ou adicionar hardware. Obviamente, a Dell só manterá a garantia dos itens fornecidos por ela;

– também falamos um pouco sobre o Windows Seven. É fato que todo mundo ali está cheio de expectativas em relação a esse sistema. Novidades sobre o assunto não demorarão a aparecer;

– a Dell pretende comercializar a linha de subnotebooks Inspiron Mini oficialmente no Brasil. No início de 2009 provavelmente teremos novidades sobre esse equipamento e, quem sabe, até mesmo um review 😉 ;

– também falamos da venda de produtos Dell em redes de varejo. Como você deve saber, a Dell costumava comercializar seus produtos apenas em seus canais de venda por telefone e pela internet. Agora, redes como Wal-Mart, Ponto Frio e Carrefour já vendem produtos da Dell. A parceria com o varejo pode aumentar no próximo ano;

– eu nunca havia experimentado pra valer o Windows Media Center e fiquei maravilhado com os recursos que essa versão oferece, tanto para áudio quanto para vídeo, tudo muito fácil de acessar e utilizar.

Finalizando

Quem valoriza o seu dinheiro faz pesquisas na internet antes de comprar alguma coisa de valor. Neste ponto, os blogs e os sites independentes são fontes importantes de opinião, mas nem sempre podem falar sobre determinados itens por não terem acesso a eles. Por isso, a iniciativa da Microsoft e da Dell de nos apresentar os produtos citados neste texto são louváveis. De certo que é necessário usar os equipamentos por mais tempo para oferecer uma análise mais detalhada, mas o tempo que passamos fazendo os testes foi suficiente para que ao menos eu saísse de lá com boas impressões.

Participaram desse encontro Alexandre Fugita (Techbits), Carlos Cardoso (Meio Bit), eu (Emerson Alecrim – InfoWester), Jonny Ken (Infopod), Paulo Henrique (GuraveHaato desu ka?) e Ricardo Cobra (Homem na Cozinha). Agradecimentos ao Galileu Vieira, da Microsoft, pelo convite e ao pessoal da Dell. Ah, há algumas fotos do encontro no meu Flickr.

E aguarde, pois esse foi apenas o primeiro contato com a Dell. Reviews de produtos e notícias vindas diretamente da empresa poderão ser publicados aqui em um futuro próximo por conta desse encontro. Quanto à Microsoft, a empresa está preparando algumas novidades bacanas já para o início de 2009, por isso, fique de olho 😉

Emerson Alecrim