Display Card: o cartão de crédito com LCD e teclado numérico da MasterCard

Em um futuro não muito distante, tecnologias como o NFC (Near Field Communication) farão com que os telefones celulares se tornem uma das opções de pagamentos mais interessantes do mercado, mas enquanto isso não acontece, a indústria financeira continua desenvolvendo tecnologias para permitir o melhor aproveitamento do cartão de crédito. O Display Card, da MasterCard, é uma das provas mais recentes desse esforço.

Trata-se de um cartão de plástico semelhante aos que conhecemos, mas com duas características inusitadas: um pequeno visor LCD no canto direito e um teclado numérico sensível ao toque na parte inferior. A ideia é a de fazer com que estes recursos tornem o uso do cartão mais prático: a tela exibe combinações que devem ser digitadas toda vez que o usuário tiver que realizar determinada transação, fazendo que não seja necessário andar pra lá e pra cá com um token no chaveiro ou com uma tabela de códigos na carteira.

Display Card – Imagem por MasterCard

Display Card – Imagem por MasterCard

E é possível ir ainda mais longe. De acordo com a MasterCard, futuramente uma versão melhorada do Display Card poderá exibir, por exemplo, o saldo da conta bancária do usuário, o valor das últimas transações realizadas, pontos de bonificação acumulados e assim por diante.

A própria MasterCard ressalta que o Display Card pode ser usado como um cartão de crédito ou débito convencional. Assim, em uma compra no supermercado, por exemplo, o usuário terá que digitar apenas a senha do cartão, já que a sequência numérica informada no visor não será requisitada. Desta forma, em caso de perda ou roubo, a pessoa que detiver o cartão não conseguirá fazer nada se não souber a combinação secreta usada pelo dono.

O Display Card começará a ser utilizado em janeiro 2013, mas apenas em Cingapura. Ainda não há informação de implementação no Brasil, mas como o uso de tokens e tabelas de senha são cada vez mais comuns por aqui, pode ser que não demore muito para vermos bancos brasileiros adotando alguma solução do tipo.

Para encerrar, vale frisar que esta ideia não é necessariamente nova: a MasterCard criou o primeiro protótipo do tipo em 2010 e a rival Visa mostrou um cartão com propósito parecido em novembro de 2011.

Referências: Mashable, MasterCard.

Emerson Alecrim





  • Marcos

    Muito Interessante! 😉