Disco rígido: cinquentão moderno!

Também chamado de HD (Hard Disc), o disco rígido completou 50 anos de existência em 13 de setembro (2006). Ao contrário dos modelos atuais, pequenos fisicamente e generosos em capacidade, o primeiro modelo era gigantesco e armazenava quase 5 MB de dados. Tratava-se do IBM RAMAC 305, que possuía 50 discos de 24″, rotação de 1.300 RPM e preço estimado em 35 mil dólares.

Para chegar ao tamanho físico usado hoje (que muita gente já acha grande) e oferecer dezenas de gigabytes em capacidade, os HDs passaram por um longo e constante período de evolução. A foto abaixo, por exemplo, mostra um HD em exposição no Centro de Controle Operacional do Metrô de São Paulo, adquirido pela companhia entre 1970 e 1980. Em pé, o equipamento tem cerca de 1 metro de altura, mas era bem menor que o RAMAC.

O disco rígido já é um cinquentão, mas está longe de se aposentar. Os fabricantes continuam a aperfeiçoá-lo, principalmente para aumentar a capacidade de armazenamento, elevar a confiabilidade e manter preços acessíveis. Uma das tecnologias que estão sendo trabalhadas no momento é o esquema de gravação perpendicular. Vida longa ao HD!

Referência: Estadão.

Emerson Alecrim





  • Caco

    Esse “trambolho” aí tem 3 vezes a altura do meu PC. Mas é incrível ter dispositivos assim e analisar a evolução da tecnologia.

    [],s

  • Felipe DS

    Eu quem diga, uma coisa dessas tinha só uma miseria de MBs, e hj, eles são pequenos e capacidades alem de dos GBs