Desenvolvedores gritam: largem o Internet Explorer 6.0!

Antes de começar a redigir este texto, consultei o relatório de acessos do InfoWester para o mês atual (março de 2008). Ele mostrou que 72,82% dos usuários que visitaram o site neste mês utilizavam o navegador Internet Explorer, contra 25,12% que utilizavam o Mozilla Firefox. Desses 72,82%, um total de 53,89% faziam uso da versão 6.0 do navegador, contra 45,51% que já atualizaram para a versão mais recente, a 7.0. Essas estatísticas mudam de site para site, mas indicam que ainda há muita, mas muita gente navegando na Web com o Internet Explorer 6.0. Acredite, há quem esteja prestes a entrar em pânico por causa disso…

Uso do IE no InfoWester

Em resumo, o que acontece é que o Internet Explorer 6.0 (IE 6.0) é um navegador antigo e desatualizado. Isso o torna menos apto a funcionar em sites que utilizam recursos mais avançados e que executam a contento apenas em navegadores recentes. O problema é que o número de usuários do IE 6.0 ainda é tão grande, que não há como ignorar esse fato. Ou os desenvolvedores Web quebram a cabeça tentando desenvolver aplicativos que funcionam em todos os navegadores – inclusive no IE 6.0 (sério, isso dá um trabalho…) – ou correm o risco de perder uma boa parcela de usuários.

Diante desse dilema, um grupo absolutamente desesperado de webmasters, webdesigners e afins passou a apoiar a recém-criada campanha Save The Developers (Salvem os Desenvolvedores). A idéia é muito simples: o usuário comum pode ajudar simplesmente utilizando um browser atual. Por sua vez, um administrador pode inserir um código em JavaScript em seu site que sugere ao usuário migrar para um navegador mais recente (Firefox, Opera, Safari ou Internet Explorer 7.0) ao detectar que ele utiliza o IE 6.0.

Save The Developers!

A intenção é nobre, mas a tarefa é pra lá de difícil. Quando o Internet Explorer 6.0 foi lançado, muita gente utilizou por um bom tempo as versões antigas do navegador (na verdade, até hoje aparece por aqui gente que utiliza o IE 5.0 ou o IE 5.5). O mesmo está acontecendo com a mudança do IE 6.0 para o IE 7.0. A migração é lenta porque muitos usuários são leigos o suficiente para se preocupar apenas em acessar a internet, não importa como. Para eles, esse papo de atualização é um assunto chato, desinteressante e até complicado demais!

Assim, nobres amigos desenvolvedores, tenho minhas dúvidas se campanhas do tipo ajudam em algo. A melhor solução, infelizmente, ainda é continuar quebrando a cabeça e xingando a mãe do Bill Gates…

Referências: Mouse.cl, SaveTheDevelopers.

Emerson Alecrim





  • Nem me fale, xingo todos os dias o maldito Tio Bio e sua equipe de desenvolvimento. 😀

  • carloS Ribeiro

    Se alguem aqui já testou o Service Pack 3 para o Windows XP sabe, a Microsoft não está ajudando muito , o IE7 não vem junto! Eles querem tanto forçar os usuários a migrarem para o Vista… SP3 não vem WMP 11, IE7… ou seja!

  • O problema tem prazo de validade, de qualquer jeito – computadores novos, em sua maioria, são vendidos com o Vista.

    Não adianta criar uma campanha dessas – o usuário que não atualiza o browser nunca vai saber dela.

  • Teotônio

    Olá! instalei o IE7 mas, ele deixou minha maquina muito pesada, emtão resolvi voltar para o IE6.

  • Falcão

    Realmente há um problema grande de acúmulo desnecessário de memória ao utilizar o IE7. Com certeza algo relacionado ao descontrole da utilização das threads de tabs. Depois de algum tempo usando IE7, o mesmo com apenas uma aba aberta chega a consumir 150, 170mb. =/

  • Alini

    Nem me fale… estamos com um problemão aqui porque no IE6 da erro de ssl e no IE7 não dá, e como desenvolvi usando IE7 eu nem sabia desse erro.

    mas o IE7 não é só pra windows xp original ou superior, ou crackeado? Talvez seja por isso que o pessoal não resolveu correr atrás

  • Pingback: InfoWester Notícias » Microsoft se pronuncia sobre as manifestações de “morte ao IE6″()