Defensor do software livre interrompe Bill Gates

Após receber títulos honorários e de discursar sobre o futuro tecnológico da China na Universidade de Pequim (hoje, 20/04/2007), Bill Gates teve sua apresentação interrompida por um defensor do software livre: um indivíduo exibindo um cartaz com os dizeres “Free Software” e “Open Source” subiu ao palco e entrou na frente de Gates e das pessoas que estavam ao seu lado para protestar. Não demorou muito para que o rapaz fosse retirado pelos seguranças locais. Enquanto isso, Bill Gates manteve a pose e sorriu levemente como para que demonstrar que aquele ato não lhe afetou de forma alguma.

Protesto contra Bill Gates

Agiu muito bem o manifestante, né? Na minha opinião, não. Olha, tudo bem que a Microsoft está longe de ser considerada um exemplo de ética, assim como está longe o dia em que Bill Gates será considerado santo, mas  essa não é a melhor maneira de protestar. Eu, por exemplo, não ficaria nem um pouco satisfeito em ver Linus Torvalds ou Richard Stallman interrompido por um fanático pelo Windows.

Creio eu que, na verdade, Bill Gates deve ter adorado essa manifestação, pois até certo ponto, isso pode ter contrubuído para “negativar” a imagem dos defensores do software livre. Sinceramente, não sei se a intenção do manifestante foi a de protestar contra Bill Gates ou a de chamar a atenção dos espectadores para o mundo open source. Talvez tenha sido os dois, mas convenhamos, há maneiras melhores e mais decentes de se fazer isso, não?

Referência: Engadget.

Emerson Alecrim





  • Rafa

    Vendo assim é engraçado mas realmente não é algo muito bom para a comunidade fre software …

  • Gabriel

    Hehehe foi engraçado msm
    Mas as iniciativas de Free Software e Open Source deveriam ser mais divulgadas.

  • Thiago Menezes

    Teria sido melhor um debate mesmo…

  • Pingback: Guiaware » Blog Archive » Bill Gates interrompido em discurso()

  • Luiz

    Talvez ñ fosse a melhor maneira de expor sua opinião. Mas, temos q pensar sobre isso, essa empresa exerce muito domínio no mercado mundial do ramo e subjuga muitas nações com isso em termos de transferências de sua riqueza, acumulando capital extraordinário, por isso defendo o software livre. De outra forma, é muito poder só pra uma pessoa ou empresa, a quebra desse monopólio mundial deve ser relativizado para q outros países possa ter acesso , como acontece com os remédios, é mais democrático e justo.