Confirmado: o Tumblr agora pertence ao Yahoo!

Marissa Mayer saiu do Google em julho de 2012 para assumir a liderança do Yahoo! e, deste então, tem se utilizado de uma postura enérgica e determinada para botar ordem na casa. Mas, talvez, nenhuma decisão da companhia sob o seu comando tenha sido tão ousada quanto a que foi confirmada nesta segunda-feira (20/05/2013): o Yahoo! comprou o Tumblr por 1,1 bilhão de dólares.

Tumblr

Criado por David Karp e Marco Arment em 2007, o Tumblr é uma plataforma de blog que permite a publicação e o compartilhamento de conteúdo de maneira rápida e fácil, sendo utilizada principalmente para imagens. Estima-se que o serviço tenha, atualmente, cerca de 110 milhões de contas em uso e 300 milhões de visitantes únicos por mês.

Rumores sugerem que o interesse de Mayer pelo Tumblr vem desde a época em que ela trabalhava no Google. Mas essa “cobiça” ganhou mais força quando a executiva assumiu a liderança do Yahoo! porque uma das principais apostas da empresa para o seu crescimento é o segmento móvel, onde o Tumblr também se destaca. Além disso, a base crescente de usuários do serviço pode ser um reforço considerável na luta da empresa rumo ao aumento de sua audiência, especialmente nos Estados Unidos.

Mas pagar 1,1 bilhão de dólares pelo Tumblr não tornará o Yahoo! automaticamente mais interessante. Há vários desafios pela frente, sendo a resistência dos usuários do serviço um dos primeiros deles: apesar da declaração do Yahoo! de que o Tumblr seguirá como uma unidade de negócio independente, há o temor de que o serviço fique “desgastado”, tal como aconteceu com o Flickr.

Há também o receio de que o Yahoo! se torne por demais criterioso em relação ao conteúdo e faça uma “limpeza” em blogs do Tumblr que publicam material adulto, por exemplo. É uma questão delicada: talvez o Yahoo! siga por este caminho para evitar problemas legais, no entanto, este tipo de conteúdo é fortemente presente no serviço, razão pela qual qualquer decisão mais severa poderá resultar em uma onda de debandagem.

De qualquer forma, estes cenários são apenas rumores. É conveniente esperar e observar. É certo que o Yahoo! tem um histórico de compras que resultou na perda de relevância de vários serviços, mas agora a situação é outra: uma das principais habilidades de Marissa Mayer é a de equilibrar as necessidades do negócio com o ponto de vista do usuário, então o pessoal que está preocupado pode vislumbrar um sinal de esperança aí.

É por esta razão inclusive que o anúncio oficial do Yahoo! e o post de David Karp sobre a aquisição trataram de deixar claro que haverá o mínimo de interferência possível do novo dono: a essência do negócio será preservada (mas provavelmente veremos anúncios publicitários do Yahoo! nos blogs), a sede do Tumblr continuará a mesma, o quadro de funcionários (pouco mais de 170 pessoas) será mantido e o próprio Karp permanecerá à frente do serviço. Só não sabemos por quanto por tempo.

Emerson Alecrim





Nenhum comentário

Comentários encerrados.