Como lidar com a perda do seu celular

Há certas coisas que a gente só aprende na marra. Na última sexta-feira passei por uma dessas experiências. Voltando da Campus Party, desci do ônibus na rua em que moro e, de repente, entrei em pânico ao ver o veículo se afastando: meu celular não estava comigo e a última vez que o utilizei foi dentro do coletivo. Felizmente, a história teve final feliz e de quebra me deu a ideia de fazer este post para ajudá-lo a lidar com situações como essa.

A primeira coisa que fiz ao chegar em casa foi ligar para o meu celular, obviamente. Enquanto discava, esperava ouvir o aparelho tocar dentro de casa, afinal, ele poderia estar perdido na minha mochila. Mas não estava. Aí deu pânico mesmo, não só pelo valor do aparelho – atualmente, o Nokia E71 não está tão caro assim -, mas pelas informações que guardo nele e pela possibilidade de ficar incomunicável durante os próximos dias. E é claro: como todo nerd, me apego fácil aos meus gadgets.

Já que ninguém atendia meu celular, parei para pensar. Foi então que percebi que a primeira coisa que tinha que fazer era bloquear o aparelho. O Nokia E71 tem um recurso que permite bloqueá-lo remotamente através de SMS. Como não havia ninguém em casa, tive a ideia de ligar para o meu irmão para ele enviar o SMS com o código de bloqueio. Mas, qual era mesmo o número do meu irmão? Após revirar gavetas buscando essa informação, lembrei que ele estava armazenado na memória do meu telefone fixo… ¬¬

Falei com o meu irmão e ele conseguiu bloquear o aparelho, fazendo com que o dispositivo só fosse capaz de atender ligações, mais nada. Após ligar várias vezes para o meu número, finalmente alguém atendeu (coincidência ou não, só depois de o aparelho ter sido bloqueado). Conversa vai, conversa vem, marquei com a mulher que o encontrou de buscá-lo na casa dela no dia seguinte. E lá estive, só que acompanhado de outro irmão, que permaneceu no carro, com o motor ligado. Consegui pegar o aparelho e tudo voltou a ser como era antes.

Nokia E71 bloqueado remotamente
Nokia E71 bloqueado remotamente

Bom, eis as lições da história:

  • antes de sair do ônibus, do Metrô, da mesa do restaurante, da sala de espera do dentista, enfim, sempre dê uma olhada no lugar onde você estava sentado para ver se seu celular (ou outro objeto) não caiu de seu bolso sem você perceber. Se eu tivesse feito isso, teria visto o celular na poltrona do veículo;
  • mantenha uma lista com os números de telefone de seus principais contatos em um lugar acessível. Pode ser um caderninho ao lado do telefone de sua sala, por exemplo, ou mesmo a lista de contatos de seu serviço de e-mail. Assim você não ficará perdido como eu fiquei ao procurar o número do meu irmão. Mas note que sempre é bom guardar algum número de cabeça;
  • se você mantém backup dos dados do seu computador, faça o mesmo com seu celular. Se eu tivesse perdido o aparelho de vez, ficaria também sem dados importantes;
  • se você não tiver sorte de reencontrar seu aparelho, poderá ter que aguardar alguns dias para conseguir outro. Por isso, compre uma linha pré-paga como reserva para você não ficar incomunicável enquanto aguarda e informe esse número para pessoas mais próximas. Eu já estou providenciando isso;
  • se conseguir falar com a pessoa que achou seu aparelho, marque o encontro em um lugar público movimentado, como uma estação do Metrô ou um shopping. Se possível, vá acompanhado por alguém e nunca informe o seu endereço. Também não é uma boa ideia ir à residência da pessoa. Só o fiz porque era do lado de casa. Se este for o seu caso, não aceite convite para entrar e tomar uma café;
  • veja no manual de seu aparelho se é possível rastreá-lo ou bloqueá-lo remotamente. No caso do Nokia E71, há instruções para isso aqui;
  • se ninguém atender seu aparelho ou, pior, se ele der sinal de fora de área, não hesite: ligue para sua operadora imediatamente e informe o ocorrido. Eles perguntarão alguns dados pessoais e, com base nisso, bloquearão sua linha até que você possa passá-la para outro aparelho (ou recuperar o antigo). Você também deve fazer um boletim de ocorrência. Isso evitará problemas para você caso o dispositivo venha a ser utilizado para fins maliciosos;
  • Guarde o número IMEI do seu celular em um lugar seguro. Essa informação é essencial para sua operadora bloquear o aparelho perdido. Sem esse número, você só conseguirá bloquear sua linha;
  • Avise pessoas próximas de que seu celular foi perdido, já que um criminoso poderá utilizar os números da agenda do aparelho para tentar aplicar golpes, como a do falso sequestro;
  • se você encontrar o aparelho de alguém, pense se é possível guardar o dispositivo e aguardar contato do dono para marcar um local de entrega. Nem sempre é uma boa ideia entregar o celular para o motorista do ônibus, para o garçom, para o segurança do local, enfim, pois não há como saber se a pessoa é honesta;
  • por fim, seu aparelho tem um valor muito alto? Pode ser uma boa ideia fazer um seguro para ele.

Se apesar de todos os cuidados você perder seu celular, não fique se culpando. Isso pode acontecer com todo mundo, inclusive com as pessoas mais atentas. O importante é saber lidar com a situação e também contar com um pouco de sorte para conseguir reaver seu aparelho 😉

Emerson Alecrim





  • nuno goncalves brito

    tendo as dicas de blokeio do celular ficaria mais facil,se posse possivel desponibiliza-las

  • Nuno, isso varia de aparelho para aparelho. Consulte o manual do seu celular para checar essa possibilidade e as respectivas instruções para isso.

  • Vitz

    Sobre o primeiro ponto, eu criei o habito (a.k.a. mania de maluco) de dar tapinhas no bolso do celular e da carteira sempre que eu levanto e de tempos em tempos, isso me ajuda a evitar a perda desse tipo de coisa. Mesmo assim eu já perdi um celular no onibus, estava atrasado e não reparei que estava sem ele, mais a pessoa que achou me ligou e devolveu… nem tudo está perdido, tem gente ai fora que é honesta ;D

  • Sergio

    A Claro possui um serviço chamado “Claro Contatos”, onde é possível fazer um backup da agenda armazenada no SIM (somente do SIM) na internet. O acesso da agenda pela internet é feito através no número da linha e de uma senha enviada via SMS quando o serviço é ativado (a minha senha é ****** ;). Talvez outras operadoras também tenham.

    Quase fiz uso desse serviço quando esqueci o celular na faculdade, e só fui notar a falta quando fui dormir. Liguei na esperança de estar em casa ou de alguém atender, e nada. Bloqueei a linha (não tinha o número do IMEI), mas fiquei tranquilo quanto aos contatos, pois tinha uma cópia na internet. No dia seguinte, fui informado que o aparelhos estava guardado no departamento de TI da faculdade, e lá estava ele, sem linha ¬¬

    Os únicos que eu perderia seriam os que estavam armazenados na memória do aparelho, sendo que a maioria eram serviços, principalmente 0800.

  • Hawk

    Uma amiga perdeu um celular, e quando ligou para ele, duas “crianças” atenderam e pediram R$50,00 para devolver o mesmo, sendo o que o aparelho era novo, menos de um mês de uso e ela havia pego ele em uma promoção da operadora.
    Ela não pagou e bloqueou o aparelho – tinha o IMEI – no mesmo dia, as duas ficaram com um belo peso para papel.

  • Pingback: InfoWester Notícias » Bloqueio de celulares roubados não exigirá mais boletim de ocorrência()