ColorLok: papéis próprios para impressão

HP, Kodak, Epson, International Paper e a brasileira Suzano Papel e Celulose são algumas das empresas que estão dando apoio efetivo para a fabricação e para a popularização de papéis que levam o selo ColorLok. O que esse selo representa? Nada menos que um conjunto rigoroso de normas que o papel deve obedecer para estar apto às impressões de alta qualidade, sejam elas feitas em impressoras a laser ou a jato de tinta.

De acordo com a HP, ao fazer impressões em papéis com o selo ColorLok, o usuário terá como resultado impressos com cores mais vivas, maior intensidade da cor preta, secagem mais rápida e menor risco de borrões. Isso porque os papéis desse tipo atendem a uma série de normas que consideram aspectos físicos e eletrostáticos. Daí a importância da integração entre fabricantes de impressoras e produtores de papel: ambos trabalharão para que seus produtos estejam de acordo com essas normas.

ColorLok

Os fabricantes de impressoras investem pesado no desenvolvimento de tintas, toners e tecnologias auxiliares que oferecem não só melhor qualidade de impressão, como também maior durabilidade desses materiais. Acontece que, muitas vezes, o uso de um papel inadequado anula esses esforços. Daí a necessidade de uma padronização da indústria.

No Brasil, a Suzano Papel e Celulose é uma das primeiras a trabalhar com as especificações ColorLok. Para isso, a empresa está contando com o apoio da HP. A intenção de ambas as companhias é a de que esse tipo de papel esteja disponível não só no país, como na América do Sul inteira, ainda no primeiro semestre de 2008.

Não consegui descobrir se os papéis ColorLok terão preço maior, mesmo assim, vou comprar um pacote para testar. Se eu notar que realmente o material impresso fica melhor, quem sabe eu não dou uma de funcionário exemplar e recomende esse tipo de papel até para a empresa em que eu trabalho? 🙂

Referências: HP, Releases Bracelpa.

Emerson Alecrim





  • Daniel Pires

    E lá se vai nosso dinheiro com besteira!!
    Pura frescura.

  • Emerson Alecrim

    Podia ter usado algum argumento mais inteligente, Daniel. Para começar, “nosso dinheiro” não vai para lugar algum, afinal, isso não é imposto, você não é obrigado a comprar esse tipo de papel. Em segundo lugar, a qualidade do papel interfere nas impressões, sim. Se você acha que isso é frescura, vá em gráficas ou em estabelecimentos que trabalham com impressões que você verá o cuidado existente com os papéis.

  • Marcos César

    Muito boa a matéria, inclusive sugiro que numa próxima matéria tenhamos algo relacionado a como economizar nas impressoês por página. Ouço falar muito de um negócio chamado BulkIn da Epson, tipo um chipo que se coloca na impressoa… e tipo os cartuchos ficam di lado de fora da impressora …. e podem ser recarregados com tinta( tem embalagens de ate 1 litro). Sei apenas isso, mas gostaria de saber mais informações, afinal mesmo recarregado os cartuchos( eles so são reaproveitaveis no maximo 3 vezes , por isso queria saber como funcionar esse negócio do Bulkin). Acho que uma das coisas mais caras do mundo….o custo por impressão… Abraços