China: 7 milhões de novos internautas em 3 meses

Cybercafé na ChinaNão é por puro capricho que empresas como Google, Microsoft e Yahoo! fazem questão de marcar presença na China. Apesar da censura imposta na internet pelo governo chinês, esse é um dos mercados mais promissores, justamente por ser um dos maiores no que se refere à quantidade de usuários. Para se ter uma idéia da força chinesa nesse quesito, no final do primeiro trimestre de 2007, o país registrou um aumento de 7 milhões de usuários da internet.

Segundo um levantamento feito pelo Ministério da Indústria e Informação da China, o país fechou o ano de 2006 com a marca de 137 milhões de internautas. No final de março de 2007, essa quantidade aumentou para 144 milhões, sendo que, destes, 97 milhões utilizam acesso por conexões em banda larga. Isso indica que, atualmente, o número de usuários chineses pode estar próximo da casa dos 150 milhões.

Segundo o governo chinês, a maioria dos novos usuários é composta por adolescentes. Embora isso pareça natural pelo fato dos jovens serem mais suscetíveis à tecnologia, isso representa uma preocupação para o governo da China: “há muita informação maliciosa na internet que pode trazer danos psicológicos e físicos aos jovens, razão pela qual deveria haver uma opção de rede com conteúdo mais ‘saudável'”, disse Xi Guohua, representante do Ministério da Indústria e Informação. Resta saber se a preocupação do governo chinês é mesmo com a “saúde” de seus jovens ou com o acesso às informações políticas e sociais que são censuradas no país…

Se levarmos em conta que a china possui mais de 1,3 bilhão de habitantes, o número atual de internautas tem uma proporção muito baixa em relação aos países economicamente mais fortes, como EUA e Japão. Por outro lado, se o ritmo de crescimento do número de internautas chineses se manter estável, em poucos anos esse poderá se tornar o principal mercado da internet.

Huum… Acho que vou abrir um site na China…

Referência: VNU.Net, China Daily.

Emerson Alecrim