Bye, bye AOL Brasil!

Virar o provedor número 1 no Brasil, essa era a intenção da AOL (America On Line) quando chegou por aqui. Esse otimismo todo não era exagero, afinal, a AOL é uma das maiores forças da internet nos EUA. Mas é um erro pensar que só porque um negócio deu certo nas terras americanas, dará certo por aqui também.

A AOL Brasil começou a funcionar em 1999, usando a estratégia de marketing da matriz: a distribuição de disquetes e CDs que permitia instalar um navegador próprio no computador do usuário, além de um período gratuito de acesso à internet. O erro começou aí.

Se nos EUA os usuários da AOL estavam satisfeitos com os softwares da empresa, aqui a coisa foi bastante diferente: pouca gente aceitava ficar restrito a um único conjunto de softwares para navegar na internet. A coisa ficou pior quando se descobriu a dificuldade que era desinstalar o navegador da empresa.

O outro erro foi “encher o saco”. Você comprava uma revista e, de brinde, ganhava um CD da AOL. Você recebia pelos Correios um CD da empresa todo mês. Você comprava um CD de música e nele vinha um navegador gratuito da AOL. Essa coisa dos CDs incomodava tanto (não era só no Brasil) que, se me lembro bem, um episódio do desenho Futurama mostrou um meteoro vindo de encontro com a Terra e, quando foram analisar o problema, descobriram que se tratava de uma enorme bola de CDs da AOL que foi enviada ao espaço por não caber na Terra.

E AOL seguiu, tentando “americanizar” a internet brasileira, enquanto UOL e Terra cresciam a cada dia. Quando a empresa resolveu “abrir os olhos”, tentou trabalhar “à moda brasileira”, mas os esforços, desde então, foram em vão.

Diante da seqüência de prejuízos, os investidores da AOL decidiram manter a mão no bolso e, com isso, nem mesmo a matriz poderia fazer algo. A última tentativa foi a de vender as operações da AOL Brasil, mas as ofertas feitas pouco agradaram. Segundo a revista Isto É de 30/03/2005, a Telefônica chegou a avaliar a empresa em apenas 10 milhões de reais.

Não teve jeito. A AOL Brasil marcou para hoje (17/03/2006) o encerramento de suas atividades. Aos clientes da empresa foi recomendado o provedor Terra, que está oferecendo vantagens para quem optar pela migração.

Pois é. Um minuto de silêncio pela AOL Brasil, em respeito ao seu jeito certo de fazer a coisa errada.

Emerson Alecrim





  • Wilerson

    o/

  • Josilmar

    Até que demorou pra isso aconter!!

  • PAULO DE TARSO

    AMEI A NOTICIA, TENHO VARIOS DESSES CDS… QUE NUNCA USEI… A AOL FOI NA VERDADE AMERICA ON LIE OU SEJA AMERICA MENTIROSA… NO MEU INGLÊS BRASIL… RS VAO EMBORA AMERICANOS… OBRIGADO POR ISSO… OBRIGADO OBRIGADO

  • Elida

    Já foi tarde!!!
    Ely

  • Tomoyo DS

    Eu uma coleção de cds da AOl e vou guardar ou doar pra algum museu, q descanse em paz -_-

  • nilza

    vão na paz e nos esquece,pow!!!! Vão comer hamburguer

  • kallikrates

    puts, eu fui cliente deles desde 1999 ateh 2001, fui um dos 800 primeiros otarios. o sistema deles era tao complicado, eu ficava toda hora ligando para conseguir continuar navegando naquele famigerado AOL 4.0 cheio de problemas e, com certeza, desconexoes. Aquele “ateh logo”, que a vozinha do navegador nos dava quando caia a conexao soava como deboche! o sistema era instavel, dava pau toda hora em todo computador que eu instalava aquela droga. Aquele navegador, sim, era um verdadeiro virus de computador!

  • Igual a participação Americana para redemocratização do Iraque, hahhaah, nunca ouvi falar em democracia no Iraque,aliás não acredito em democracia em lugar algum, isso não passa de sonífero das classes dominantes sobre os bobos feito nós. AOL hehehehehheh, pegou um disco e se foi, acho até que a pirataria de cd’s aumentou por causa deles, alguém se deu conta que cd custa quase nada…

  • Ola, seu comentario foi muito besta e sem graça, fui cliente a AOL do inicio ao fim, foi a MELHOR internet que o brasil já teve, tenho certeza que para mim e para os milhares de clientes que ficaram orfão da AOL a internet nunca mais vai ser a mesma.
    Mas a AOL continua sendo a MAIOR DO MUNDO.

  • Pingback: Blog InfoWester » AOL segue os passos do Google para reverter crise()