As dez perdas de dados mais catastróficas de 2007

Todo ano, a empresa de recuperação de dados Ontrack Data Recovery divulga uma lista dos dez casos de perda de informações mais catastróficos que a companhia teve que lidar. No dia 4 de dezembro, a Ontrack divulgou a lista do “ranking” de 2007 (veja aqui os casos de 2006). Eis a lista:

10 – Lavagem completa: neste ano, uma mulher entrou em contato com os engenheiros da Ontrack dizendo que “havia lavado todo os seus dados”. Ela esqueceu seu pendrive dentro da roupa colocada para lavar. Após algumas voltas dentro da máquina de lavar, o pendrive parou de funcionar;

9 – Papai coruja: um pai de primeira viagem chegou em casa todo entusiasmado para alimentar o seu bebê. Ao se inclinar sobre a criança, se descuidou e deixou seu pendrive cair do bolso da camisa no saboroso prato de papinha de maçã. O aparelho, é claro, não funcionou mais;

8 – Mordendo o anzol: um pescador achou que seria uma boa idéia levar seu laptop ao barco para jogar alguma coisa enquanto esperava um peixe morder o anzol. No entanto, ao entrar no barco, este se virou, e tanto o pescador quanto o laptop foram parar debaixo d’água;

7 – Um fotógrafo em pânico: um fotógrafo quase teve que enfrentar a fúria de uma recém-casada ao descobrir que havia apagado as fotos do casamento ao gravar sobre elas imagens de outro evento. Dois dias antes do casal voltar da lua-de-mel, o rapaz entrou em contato com a Ontrack pedindo ajuda. A recém-casada nunca soube dos apuros que o fotógrafo passou;

6 – Banho de ácido:
um cientista deixou um ácido cair acidentalmente em cima de seu HD externo durante um experimento. Apesar da destruição do aparelho, os dados foram todos recuperados;

5 – Baixaria na empresa:
durante uma discussão na Austrália, um empresário jogou um pendrive em seu sócio. O dispositivo, que continha dados importantes sobre os planos da empresa, se espatifou no chão. Felizmente, foi possível salvar os planos da companhia e a “relação empresarial”;

4 – Inferno indiscriminado: recentemente, um incêndio destruiu a maior parte dos dados de um escritório, se salvando apenas alguns CDs. O problema é que essas mídias se fundiram ao plástico de suas caixas por causa do calor. A recuperação dos dados dos CDs deu uma trabalheira aos engenheiros da Ontrack;

3 – O preço de uma vida tranqüila: um cientista inglês não agüentava mais os ruídos que seu HD fazia. Então, ele abriu um pequeno buraco na carcaça do dispositivo e jogou óleo em seu interior. Depois disso, o barulho parou e, claro, o HD também;

2 – Acidente de pará-quedas: com o objetivo de testar o funcionamento de um pará-quedas, uma pessoa colocou nele uma câmera para filmar o percurso. A câmera foi então jogada de um avião, mas o pára-quedas não funcionou. Como conseqüência, a câmera se despedaçou ao chegar ao chão. Todavia, os engenheiros da Ontrack conseguiram recuperar os dados no que sobrou da memória da câmera;

formigaAgora, o caso que mais deu trabalho à Ontrack:

1 – Invasão de formigas:
ao notar que uma colônia de formigas estava “morando” em seu HD externo, um fotógrafo da Tailândia decidiu destampar o aparelho e pulverizar o seu interior com veneno contra insetos. As formigas não sobreviveram e os dados foram “ressuscitados” pelos engenheiros da Ontrack que, aliás, devem ter ficado com as mãos cheias de “corpos”.

É cada uma, não?

Referência: Ontrack Data Recovery.

Emerson Alecrim





  • Marcos César

    Gostei muito kkkk…. é nessas horas que gosto de história… Isso mostra a capacidade de raciocinio do ser humano….rsrssr Valeu Emerson

  • Geraldo Junior

    Legalzinha as Historias … porem pareceu mais propaganda da Ontrack do que fatos veridicos! Boa Jogada de Marketing ..

  • Daniel San

    Kkkkkkkkkkkkkkk

    Parabens ao pessoal da ontrack.. tiveram bastante trabalho não!?!

    O caso das formigas poderia até gerar filme..
    O ataque das formigas tecnologicas.. kkkk

    Abraços..

  • Emerson Alecrim

    Marcos Cesar: ou a capacidade de rir da desgraça alheia 😀

    Geraldo, com certeza é um jogada de marketing. Serve para a empresa mostrar que é capaz de recuperar dados de dispositivos nos mais variados níveis de danos. Mas é uma jogada de marketing divertida, não?

    Pois é, Daniel, me lembrou de um filme muito antigo chamado “O ataque das formigas gigantes”, hehehe…

    Abraços!

  • uira

    pow pod ser jogada de marketiong…seja o q for mais q é super engraçada é.. hauahuha kda mlk hauhauhauah

    boa boa….

  • Paulo Elias Jr.

    po o cara devia ser muito porco, pra deixar formighas criarem uma colonia dentro do HD dele!