Aniversariante do mês: os 40 anos do processador 4004

A Intel está celebrando, nesta semana, o aniversário de 40 anos do processador 4004. E o que há de tão especial nisso? Bom, estamos falando de um dos primeiros processadores vendidos em escala comercial, acontecimento que, de certa forma, influenciou os rumos do computador pessoal.

O chip 4004 – Imagem por Intel

O chip 4004 – Imagem por Intel

O 4004 chegou oficialmente ao mercado em 15 de novembro de 1971. Em suas especificações, estão o uso de 2.300 transistores e clock de 740 KHz, muito pouco para hoje, mas um grande avanço para a época. Outro característica importante do 4004 é a utilização de silício, componente que se tornou padrão em chips dos mais variados tipos.

A comparação com processadores atuais é inevitável, mesmo porque isso serve para termos uma noção do quanto este segmento evoluiu nestas quatro décadas: hoje, os processadores contam com milhões e mais milhões de transistores; o clock varia entre 1 GHz e 4 GHz; os transistores atuais consomem cerca de 5 mil vezes menos energia.

O 4004 teve seu desenvolvimento liderado por Federico Faggin (que aparece no vídeo abaixo), que trabalhou no projeto entre 1970 e 1971. Na época, a Intel tinha a intenção de criar um chip que pudesse reunir todas as características mínimas necessárias para a construção de um computador. Por causa disso, o 4004 foi a primeira CPU baseada em um único chip, característica que o ajudou a ser aceito comercialmente.

Em abril de 1972, a Intel lançou uma versão melhorada do processador, o modelo 8008. Dois anos depois, apareceu o chip 8080. E os lançamentos se seguem até os dias de hoje. Esta “evolução natural” dá sentido ao que conhecemos como “Lei de Moore”: em 1965, Gordon Moore, co-fundador da Intel, declarou que o número de transistores dentro de um chip se duplicaria a cada 18 meses, sem elevação de custos. Se ele estava errado? Bom, se o 4004 tem 2.300 transistores, o Intel Core i7 conta com mais de 730 milhões deste componente.

Como se vê, mais do que um processador, o 4004 representa também o início da hegemonia da Intel. É impossível falar da história da empresa e do próprio mercado de processadores sem lembrá-lo.

Você pode saber mais sobre o assunto em newsroom.intel.com/docs/DOC-2383 (em inglês).

Emerson Alecrim





Nenhum comentário

Comentários encerrados.