Acesso liberado ao Facebook e minhas impressões iniciais

Se você olhar o último post, vai ver que falo da minha vontade em conhecer o Facebook. Só não o fiz porque é necessário usar um e-mail de uma universidade cadastrada, o que não foi possível no meu caso. Eis então que um conhecido me informou por e-mail que o acesso foi liberado hoje para todo mundo. E não é que é verdade? Vamos às impressões iniciais:

:: o visual é simples e agradável;
:: o Facebook permite inserir ilimitadas fotos, o que achei muito bom;
:: há uma opção chamada My Privacy, que permite determinar quem pode ver seus dados. Assim, aquele sujeito que vive te enchendo pode ser facilmente bloqueado. Também é possível determinar quais os dados disponíveis;
:: há uma seção chamada Notes, onde você pode criar notas, inserir fotos e compartilhá-las com amigos. Também é possível importar os textos de um blog. Inseri o feed do meu blog pessoal e funcionou muito bem. O legal é que os amigos poderão ver os textos diretamente do meu perfil e ainda vão poder comentar, veja só! Como o Facebook é direcionado a estudantes, é visível a utilidade desse recurso para os estudos;
:: você pode marcar eventos em seu perfil e compartilhar com os amigos. Assim, eles ficarão sabendo da data da próxima prova ou onde vai ser a balada de sexta;
:: é possível criar grupos (comunidades no Orkut) abertos, restritos ou secretos;
:: você também pode enviar e receber mensagens.

E há muito mais! Fazendo uma comparação com o Orkut, deu para perceber porque este só fez sucesso no Brasil. O Facebook tem muito mais recursos, sua navegabilidade melhor, é mais leve, enfim, é mais sério. Para os brasileiros, o problema vai ser o idioma: tudo ali rola em inglês e, pela estrutura do Facebook, duvido que haja uma “invasão” brasileira por lá. Agora deu para entender porque tem tanta empresa grande (como Yahoo! e Microsoft) de olho no Facebook. O serviço é bom mesmo!

Só não entendi porque um site tão restrito “liberou geral” assim, do nada. Mas não demorei para encontrar a resposta: segundo o site Último Segundo, Mark Zuckerberg, criador do Facebook, tem interesse em manter os usuários formados (na faculdade) no serviço, mas eu acho que é porque, com mais participantes, ele vai ganhar mais dinheiro 😀

Mas que seja! O Facebook é muito bom e merece sucesso. Se resolver se cadastrar, meu perfil é este. Criei também um grupo para o InfoWester.

Emerson Alecrim