Resultado da busca
2010
31
jul

Desktop Alienware Aurora: imponente é pouco!

Na última quarta-feira, a Dell promoveu um evento em São Paulo para mostrar as novidades da linha gamer Alienware no Brasil. Logo quando cheguei, fiquei desapontado por não ter visto nenhum desktop da linha em exposição. Comentei isso com um funcionário da Dell e o cara riu, ao mesmo tempo em que apontava com a mão. Sim, lá estava ele: o desktop Alienware Aurora. O que custava eu ter olhado direito, não é mesmo?

Se o notebook M17x já é grande e pesado o suficiente para ser não ser transportado a todo o momento, imagine o Alienware Aurora. O desktop é tão grande quanto servidores e workstations que há vi por aí, mas muito mais imponente que eles. Isso porque o equipamento tem visual sofisticado e efeitos de iluminação bastante interessantes, como toda a linha Alienware.

Os efeitos de iluminação do Alienware Aurora
Os efeitos de iluminação do Alienware Aurora

Mas o que importa mesmo é o que há por dentro, não é mesmo? O interessante é que o Alienware Aurora conta com várias opções de configuração. Várias mesmo. A versão inicial tem processador Intel Core i3 530 (pode ser utilizado Core i5 ou i7), 4 GB de memória RAM DDR3 (expansível até 24 GB), HD SATA de 500 GB e 7200 RPM (dá para colocar inclusive RAID), placa de vídeo ATI Radeon HD 5670 com 1 GB de memória, gravador de CD/DVD (Blu-ray como opcional), fonte de alimentação de 525 Watts, placa de som Creative Sound Blaster X-Fi Xtreme Audio, sistema de resfriamento líquido de alto desempenho, o já mencionado sistema de iluminação (que conta com 20 cores distintas), e acessórios, como mouse e teclado.

Parte interna do Alienware Aurora
Parte interna do Alienware Aurora

O problema, como sempre, fica para o bolso: a configuração acima tem preço sugerido de 4.599 reais (valor consultado em 30/07/2010). Uma configuração mais generosa pode passar de 10 mil dinheiros facilmente…

Bom, mas não é novidade pra ninguém que essas máquinas não são baratas, pelo menos não no Brasil. Apesar disso, em conversa com o pessoal da Dell, soube que a linha Alienware está vendendo bem em terras tupiniquins, tanto é que a empresa atualizou as especificações dos notebooks M17x e M15x, e lançou em maio deste ano o pequeno, mas poderoso M11x, com tela de apenas 11 polegadas. Curiosamente, muitos dos compradores dessas máquinas não são, necessariamente, gamers, mas pessoas ou empresas que precisam de computadores poderosos para determinadas atividades (manipulação de vídeos, por exemplo).

Teclado do notebook Alienware M15x
Teclado do notebook Alienware M15x

Abaixo é possível ver fotos de todos os modelos:

www.flickr.com/photos/ealecrim/sets/72157624613827646

Mais informações no site da Dell.

Emerson Alecrim

4
comentários


2010
22
fev

Notebook Origin Eon 18: um concorrente de peso para a linha Alienware

Já pensou em ter um notebook exclusivo para jogos pesados? Eu já, principalmente depois que conheci o modelo Alienware M17x, da Dell. Se não fosse minha falta de tempo para jogar e o preço elevado desses equipamentos no Brasil, eu já teria comprado um, sério mesmo. Nos Estados Unidos, pelo menos, esses equipamentos aparentemente vendem bem, pois o Alienware M17x acaba de ganhar um concorrente de peso por lá: o Origin Eon18.

Eon 18 - Imagem por Origin
Eon 18 – Imagem por Origin

Já ouviu falar da Origin? Eu também não, mas tem um motivo: a empresa é nova. Ela foi formada por três ex-executivos da – adivinhe só! – Alienware, que abandonaram seus postos quando a companhia foi comprada pela Dell. E o que o Origin Eon 18 tem de especial, afinal? Vamos às suas especificações:

  • Tela LCD de 18,4 polegadas com resolução de 1920×1080 pixels;
  • Processador Intel Core 2 Duo P8700, podendo chegar ao “humilde” Intel Core i7-920XM Extreme Edition (amém);
  • De 2 GB a 8 GB de memória RAM DDR3;
  • HD ou drive SSD de 250 GB, podendo estender esses dispositivos para até três unidades;
  • Leitor/gravador de DVD ou de Blu-ray;
  • Um ou dois chips gráficos GeForce GTX 280M com 1 GB de memória cada;
  • Três portas USB 2.0;
  • Uma porta HDMI;
  • Bluetooth;
  • Wi-Fi;
  • Porta Ethernet Gigabit;
  • Webcam;
  • Sistema operacional Windows 7 Home ou Ultimate, ambos de 64 bits;
  • Som 7.1 Digital Surround.

O Origin Eon 18 pode contar com bateria de até 12 células, mas não dá para esperar muita coisa em termos de duração com uma configuração de hardware tão exigente. O usuário também vai notar que o equipamento conta com teclado numérico, característica pouco comum em laptops, mas possível no Origin Eon 18 por conta do espaço gerado pelo tamanho de sua tela. De quebra, há ainda 8 botões programáveis extras, um prato cheio para os jogadores mais assíduos.

Detalhes do teclado do Eon 18 - Imagem por Origin
Detalhes do teclado do Eon 18 – Imagem por Origin

Uma coisa interessante é que esse notebook consegue ter um visual bem bacana sem, no entanto, parecer escandaloso. No ato da compra, o usuário pode escolher a cor predominante do portátil e colocar o desenho ou o logotipo de sua preferência na parte externa, contando inclusive com efeitos de iluminação.

Eon 18: visual personalizável - Imagem por Origin
Eon 18: visual personalizável – Imagem por Origin

É claro que tudo isso tem um senhor preço, né? Em sua versão inicial, o Origin Eon 18 tem valor de quase 1.800 dólares, passando facilmente dos 6.000 dólares com a configuração mais poderosa. Eu não quero nem saber quanto seria o preço desse portátil no Brasil! Ah, e tem outro detalhe: o prazo de entrega pode chegar a um mês, uma vez que cada equipamento é fabricado de acordo com os gostos do cliente.

Bom, quem estiver interessado ou apenas curioso pode obter mais detalhes no site www.originpc.com, onde também é possível conferir o desktop da Origin.

Emerson Alecrim

1
comentário


2010
10
jan

Resumo da semana: Google Street View, Alienware M11x, Zedge e mais!

Resumo da semana 15Yes, sir! Eis o primeiro Resumo da semana de 2010! Para um início de ano, até que já tivemos novidades bastante interessantes por aqui. Vamos conferir?

Começamos com a lista que a Amazon divulgou com os produtos mais vendidos em 2009. Em seguida, ficamos sabendo das expectativas do setor de telecomunicações brasileiro em relação ao ano de 2010. Também veio a notícia de que o Google Chrome conseguiu superar o Safari em número de usuários.

Falando em Google, a empresa começou a colocar em circulação nas cidades do Rio de Janeiro e São Paulo os carros que capturarão imagens para o Street View. Mas essa não foi a única novidade da empresa: nos Estados Unidos, a companhia deu fim aos rumores e lançou mesmo o Nexus One, um smartphone com sistema operacional Android 2.1.

E não é que o Nintendo Wii bateu o recorde de vendas em dezembro de 2009? Mas nem tudo são flores para a Nintendo: a empresa foi considerada, de novo, a pior companhia da área de tecnologia no ranking “verde” do Greenpeace.

No mais:

Para encerrar, que tal mudar o papel de parede de seu celular, utilizar um ringtone bacana ou baixar um vídeo para o aparelho? Você pode conseguir isso e muito mais no Zedge, “de grátis”. Esse foi o resumo desta semana. Até a próxima edição 😉

Emerson Alecrim

Comentários desativados em Resumo da semana: Google Street View, Alienware M11x, Zedge e mais!


2009
27
set

Resumo da semana: Alienware M15x, 120 anos de Nintendo, Blu-ray e mais!

Pois é, cá estamos! Preparados para mais um Resumo da semana? Então, vamos lá!

Resumo da semana 6A semana começou com uma novidade bacana para os estudantes de plantão: a Microsoft abriu inscrições para o programa Students to Business. Também ficamos sabendo que a Dell renovou sua linha de soluções de storage. E tem empresa nova no pedaço: a AVerMedia, que trabalha com produtos para segurança e apresentações, acaba de desembarcar no Brasil.

Uma semana sem novidades do Google? Não é desta vez: para começar, a empresa anunciou o Picasa 3.5. Logo em seguida veio uma novidade inusitada: o Google Sidewiki, que permite que você faça “anotações” em sites. E olha só: a empresa está convidando todo mundo para votar no concurso de cunho social 10^100, não deixe de conferir. E não acaba aí, não: se você mora ou pretende visitar o Rio de Janeiro, saiba que agora é possível consultar dados do transporte público da cidade através do Google Maps. Legal, né? Ah, e só por curiosidade: hoje o Google está comemorando 11 anos de existência! Nossos parabéns para a empresa, não é mesmo?

Falando em aniversário, sabe quem acaba de completar 120 anos? A Nintendo! É sério, confira aqui. A turma do Mario está em festa, mas o pessoal da concorrente Sony também: é que o PS3 Slim mal foi lançado e já vendeu um milhão de unidades! Mas, a Nintendo não é boba e já tratou de abaixar o preço do Wii para não perder terreno.

A semana também foi de muitos lançamentos: começamos com a chegada do Nero Linux 4. Depois, a Microsoft lançou oficialmente no Brasil o jogo Halo 3: ODST, para Xbox 360. A Casemall, por sua vez, anunciou um gabinete com proteção antivibração para HDs e a Digitron está colocando no mercado uma placa-mãe PCWARE com tecnologia Intel vPro.

E vem briga boa por aí: a Dell anunciou nesta semana o Alienware M15x, um notebook “turbinado” e que conta com o processador Intel Core i7. Logo em seguida, a Toshiba anunciou o Qosmio e Damião X500, que também conta com chip Intel Core i7 e que se mostra como um concorrente de peso para a novidade da Dell.

E o pessoal lá da Opera Software está feliz da vida! É que o Opera Mini já conta com quase 32 milhões de usuários. Eu sou um deles e você? E olha que notícia curiosa: a Amazon vai vender alguns produtos sob a marca AmazonBasics. Me lembrou daqueles mercados que vendem produtos com selos próprios, como Carrefour e CompreBem…

E para encerrar com chave de ouro, saiba que tem artigo novo na seção Hardware do InfoWester: Tecnologia Blu-ray. Se quiser conhecer os detalhes desse padrão, não deixe de conferir.

E por hoje é só! Bom domingo para você e até a próxima 😉

Emerson Alecrim

Comentários desativados em Resumo da semana: Alienware M15x, 120 anos de Nintendo, Blu-ray e mais!


2009
06
jun

Notebook Alienware M17x será lançado no Brasil

manifestei aqui no Blog InfoWester meu apreço pelos notebooks da Alienware e da Voodoo, ambas as empresas compradas pela Dell e pela HP, respectivamente. Os produtos dessas marcas sempre foram restritos a alguns poucos mercados, mas pelo menos no caso da Alienware, esse cenário está prestes a mudar: é que a Dell pretende lançar um notebook da marca em vários países, incluindo o Brasil.

Alienware M17x
Alienware M17x – Imagem por Dell

Estou falando do modelo Alienware M17x, notebook direcionado ao mercado de “jogadores exigentes”. O portátil chega oficialmente ao Brasil no dia 22 de junho (2009) e poderá contar com a seguinte configuração:

– Processador Intel Core 2 Extreme Quad-core;
– Até 8 GB de memória DDR3;
– HD de 7200 RPM com 1 TB de capacidade ou armazenamento em SSD com 512 GB (em RAID 0);
– Duas GPUs GeForce 280M ou GeForce 9400M com até 1 GB de memória;
– Tela de 17″ com resolução de até 1920×1200 pixels;
– Teclado iluminado.

Alienware M17x
Alienware M17x – Imagem por Dell

Nada mal, né? Para promover o Alienware M17x, a Dell criou o hotsite www.allpowerful.com, disponível em vários idiomas (se bem que eu não achei o idioma português…).  Isso porque, como eu já disse, o portátil será lançado em vários países. Só para você ter uma ideia, a Dell afirma que, com essa iniciativa, a participação da Alienware passa de 6 para 35 mercados.

Bom, agora vamos para a parte chata, né? Preço. A Dell ainda não divulgou os preços oficiais do Alienware M17x no Brasil, mas nos Estados Unidos o equipamento tem preço inicial de 1.799 dólares. Portanto, eu não espero nada menor que 8 mil reais por aqui…

Emerson Alecrim

10
comentários


2008
13
mai

Dell pode estar prestes a “tesourar” linha XPS para promover Alienware

Uma matéria publicada no The Wall Street Journal dá uma notícia inesperada: a Dell pode estar planejando deixar de disponibilizar alguns modelos de computadores da linha XPS no próximo mês para promover os produtos da Alienware. Para quem não sabe, esta última é especializada em PCs de alto desempenho – principalmente para o mercado de games – e foi comprada pela Dell em março de 2006.

Dell XPS 720A linha XPS também é composta de desktops e notebooks de alto desempenho e atraem, principalmente, jogadores. Apenas para você ter uma idéia, o Dell XPS 720, que é comercializado no Brasil, custa quase 8.500 reais! Isso deixa claro que se trata de uma linha para um público muito específico.

Caso a notícia se confirme, é possível que os produtos da Alienware recebam maior destaque nos sites da Dell, afinal, a empresa precisará disponibilizar opções para esse nicho de mercado. Até o momento, os computadores da Alienware são divulgados e comercializados em um site próprio da marca.

Algo que, na minha opinião, também pode acontecer, é de os produtos da Alienware serem comercializados em outros países. Está certo que, se isso ocorrer no Brasil, por exemplo, os preços não serão nada convidativos, por outro lado, pode atrair quem se dispõe a pagar quase 8.500 reais por um XPS 720.

Uma coisa que não ficou clara, é se a linha de notebooks XPS também será afetada pelo possível priorização da Alienware. Essa já não me parece uma boa idéia, afinal, os notebooks da linha têm recebido um destaque considerável em sites e fóruns que tratam do assunto.

Como a Dell ainda não declarou nada sobre o assunto, o jeito é esperar o mês de junho para sabermos se, finalmente, a Alienware vai mesmo receber um maior e merecido destaque.

Referências: The Inquirer, The Wall Street Journal (requer cadastro).

Comentários desativados em Dell pode estar prestes a “tesourar” linha XPS para promover Alienware


2007
06
jul

Alienware agora vende gabinetes

Gabinete AlienwareNunca pensei que isso fosse acontecer, principalmente depois de sua aquisição pela Dell, mas aconteceu: a Alienware, conhecida por fabricar PCs top de linha, agora está comercializando dois modelos de seus imponentes gabinetes. Cada um é acompanhado de uma fonte de alimentação de 700 W.

Não consegui encontrar nenhuma referência quanto a isso, mas acredito que a Alienware colocou essa idéia em prática para combater possíveis falsificações de seus produtos. Acontece que os PCs da marca têm preços altos, afinal, estamos falando de máquinas top de linha, mas muita gente se interessa apenas pelo design “nervoso” de seus gabinetes e não pensam duas vezes antes de adquirir uma réplica.

Ok, a iniciativa é bacana, mas o problema fica por conta do preço de cada gabinete: 399 dólares! Se alguém estiver disposto a pagar esse valor, que tenha a decência de equipar o gabinete com hardware top de linha também. Comprar um produto desses e colocar um processador Celeron e 256 MB de RAM é o mesmo que colocar motor de Fusca em uma Ferrari, né?

Bom, se quiser comprar, clique aqui.

Referência: PC Magazine.

Emerson Alecrim

4
comentários


2006
23
mar

Dell compra Alienware

Os rumores que estavam rolando nos principais sites de informática durante os últimos dias foram confirmados: a Dell Computers acaba de adquirir a Alienware, empresa especializada em PCs topo de linha e com forte atuação no mercado de computadores para jogos.

De acordo com Nelson Gonzalez, principal executivo da Alienware, a empresa manterá a marca, o design dos produtos, preços, campanhas de marketing e o suporte técnico. Além disso, os produtos da companhia contarão agora com o eficiente sistema de distribuição da Dell.

Para Michael Dell, chairman da Dell, a aquisição da Alienware é um excelente complemento para a linha de produtos de alta performance (principalmente para o mercado doméstico) de sua empresa.

Um fato que deve ser mencionado é que a Alienware trabalha com processadores da AMD, o que não ocorre na Dell. Com a aquisição, a AMD finalmente conseguirá ter acesso à Dell, pelo menos enquanto esta não decidir equipar os computadores da Alienware apenas com chips Intel.

Os valores da transação não foram revelados.

Referência: PC Magazine.

Emerson Alecrim

6
comentários


2011
30
nov

Dell fala de sua atuação no Brasil em 2011

A Dell apresentou na manhã de hoje (30/11/2011), em São Paulo – SP, novos computadores para atender aos segmentos domésticos e de PMEs (Pequenas e Médias Empresas). Com a proximidade do final do ano, a companhia aproveitou a ocasião para também fazer uma rápida retrospectiva de sua atuação no Brasil durante o ano de 2011.

É interessante prestar atenção nestes detalhes porque eles mostram como o mercado brasileiro tem um ritmo diferenciado atualmente. Enquanto países da Europa geram desconfiança por causa da desaceleração econômica, o Brasil avança como se não tivesse medo de uma crise. Mas somente empresas que entendem bem as particularidades do nosso mercado conseguem tirar proveito disso.

Neste sentido, a Dell está apostando em serviços – e não somente em produtos – para se diferenciar dos concorrentes no Brasil, que está se tornando um mercado cada vez mais importante para suas operações. Um dos programas que a empresa implementou em 2011 é o atendimento gratuito a domicílio para todos os equipamentos que apresentarem defeito durante o período de garantia. Outra novidade é CompleteCare, uma espécie de seguro (pago) que cobre reparos em produtos danificados acidentalmente.

Raymundo Peixoto, diretor geral da Dell Brasil, e Daniel Neiva (ao fundo), diretor de vendas

Raymundo Peixoto, diretor geral da Dell Brasil, e Daniel Neiva (ao fundo), diretor de vendas

Além disso, a companhia, que em um passado não muito distante vendia quase que exclusivamente por internet e telefone, dobrou sua participação no varejo em 2011: atualmente, computadores da Dell já podem ser encontrados em mais de mil lojas em todo o país. Estratégia importantíssima: muitos consumidores gostam de ver o produto na sua frente antes de comprar, sem contar aqueles que preferem retirar o equipamento na hora.

A Dell se mostra confortável em relação ao mercado brasileiro porque, por aqui, desktops e notebooks ainda vendem bem. De acordo com informações da própria, enquanto lares das classes C e D estão tendo o seu primeiro ou o segundo computador, nas classes A e B já é comum cada morador ter a sua própria máquina. Além disso, a estabilidade econômica está fazendo muitas empresas surgirem ou se modernizarem, impactando de maneira bastante positiva as vendas para o segmento corporativo.

É claro que nem tudo são flores. Pelo menos no Brasil, produtos Alienware estiveram com pouca evidência neste ano e a Dell não fez menção de qualquer novidade da linha para 2012 (também, não dá para esperar muita coisa de computadores tão caros…), por exemplo. A empresa também não aparenta estar à vontade com o segmento móvel: a participação da Dell nos mercados de smartphones e tablets é extremamente baixa. Por enquanto, a companhia só está “olhando”. Só espero que, quando decidir reagir, não seja tarde mais.

Imagens dos produtos anunciados hoje

Em tempo: perguntei se a crise no mercado de HDs (causada pelas inundações que paralisaram fábricas na Tailândia) influenciou a produção local da empresa. De acordo com os executivos da Dell, não houve aumento de preços ou atrasos em pedidos por conta deste cenário, já que a companhia possui uma estrutura gigantesca de fornecimento que, pelo menos até agora, tem combatido o problema. De qualquer forma, os executivos esclareceram que a empresa está observando a situação de perto para evitar surpresas.

Emerson Alecrim

Comentários desativados em Dell fala de sua atuação no Brasil em 2011


2010
28
fev

Resumo da semana: placas de vídeo, notebook Origin Eon 18, iTunes e mais!

Resumo da semana 19Saudações! Cá estamos nós para mais um Resumo da semana, ou melhor, das últimas duas semanas, já que a edição do domingo passado não foi publicada. Vamos conferir as novidades?

Semana muito movimentada para o pessoal do Google. Para começar, a empresa está sendo processada pela Xerox por supostas quebras de patentes. Além disso, autoridades da União Europeia não estão satisfeitas com os aspectos de privacidade do Google Street View e querem mudanças. Entretanto, o pior mesmo é a condenação de três executivos da companhia na Itália por causa de um vídeo de bullying.

Mas o Google também foi notícia ao lançar um programa de reconhecimento para desenvolvedores e por disponibilizar um serviço que ajuda na obtenção de informações de pessoas desaparecidas por conta do recente terremoto que atingiu o Chile. Além disso, o governo americano identificou o chinês que criou o código que foi usado no ataque à empresa no final de 2009.

Aqui no Blog InfoWester falamos do Windows Phone 7 Series e do “humilde” notebook Origin Eon 18. E já que citamos um produto da Microsoft, vale frisar que a empresa fechou uma parceria com a Amazon para compartilhamento de patentes. Ah, sim: a aliança da companhia com o Yahoo! foi aprovada pela União Europeia.

No mais:

E olha só que legal: a seção Hardware conta agora com um artigo explicando as principais características das placas de vídeo e um pouco de seu funcionamento.

Esse é o resumo desta semana! Até a próxima edição 😉

Emerson Alecrim

Comentários desativados em Resumo da semana: placas de vídeo, notebook Origin Eon 18, iTunes e mais!


Página 1 de 212